Prova de História - 1º ano - Ensino Médio- 1º Bimestre - 2016

17:00 Junior Lopes 0 Comentários

Prova de HIstória - 1º ano - 1º bimestre - Ensino Médio | www.professorjunioronline.com

Prova de História

Ensino Médio - 1º ano - 1º bimestre/2016



Colégio Construindo o Saber


Primeira prova de História de 2016 para os alunos do 1º ano.
Conteúdo: A Pré-História; Vestígios do Passado



Prova aplicada no dia 18 de março de 2016.
Clique aqui para baixar a prova para o seu computador.

Você também pode clicar aqui para acessar outras provas de História
ou aqui para ver todos os conteúdos do 1º ano.

Segue abaixo o gabarito.

Exercício 1
Alternativa C




Exercício 2
Soma: 11 (01+02+08)

Exercício 3
Alternativa B

Exercício 4
Espera-se que o aluno demonstre discernimento entre os bens culturais materiais e imateriais. Segundo o Portal Brasil do Governo Federal...
"Os bens culturais imateriais estão relacionados aos saberes, às habilidades, às crenças, às práticas, ao modo de ser das pessoas. Desta forma podem ser considerados bens imateriais: conhecimentos enraizados no cotidiano das comunidades; manifestações literárias, musicais, plásticas, cênicas e lúdicas; rituais e festas que marcam a vivência coletiva da religiosidade, do entretenimento e de outras práticas da vida social; além de mercados, feiras, santuários, praças e demais espaços onde se concentram e se reproduzem práticas culturais.Na lista de bens imateriais brasileiros estão a festa do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, a Feira de Caruaru, o Frevo, a capoeira, o modo artesanal de fazer Queijo de Minas e as matrizes do Samba no Rio de Janeiro.O patrimônio material é formado por um conjunto de bens culturais classificados segundo sua natureza: arqueológico, paisagístico e etnográfico; histórico; belas artes; e das artes aplicadas. Eles estão divididos em bens imóveis – núcleos urbanos, sítios arqueológicos e paisagísticos e bens individuais – e móveis – coleções arqueológicas, acervos museológicos, documentais, bibliográficos, arquivísticos, videográficos, fotográficos e cinematográficos.Entre os bens materiais brasileiros estão os conjuntos arquitetônicos de cidades como Ouro Preto (MG), Paraty (RJ), Olinda (PE) e São Luís (MA) ou paisagísticos, como Lençóis (BA), Serra do Curral (Belo Horizonte), Grutas do Lago Azul e de Nossa Senhora Aparecida (Bonito, MS) e o Corcovado (Rio de Janeiro)."

Exercício 5
Alternativa A

Exercício 6
Alternativa D

Exercício 7
Alternativa A

Exercício 8a
Espera-se que o aluno aponte os seguintes significados da Revolução Neolítica: sedentarização, agricultura, cidades.
A Revolução Neolítica significou um marco no desenvolvimento humano, na medida em que alguns grupos passaram a produzir seu próprio alimento. Foi o momento em que o homem deixou de ser um simples depredador e se tornou produtor. Esse processo foi acompanhado pela sedentarização e, portanto, pela Revolução Urbana, entendida a cidade como o espaço político organizado por leis e instituições, porém dependente da agricultura.

Exercício 8b
Espera-se que o aluno possa apontar os seguintes problemas conceituais: está permeado de eurocentrismo; utiliza um critério restrito de classificação cultural – a escrita, classifica as sociedades ágrafas como sendo a-históricas.
O termo “Pré-História” é limitado na medida em que considera que apenas as sociedades que desenvolveram a escrita são possuidoras de História. Essa é uma visão eurocêntrica, mesmo considerando que as primeiras sociedades que desenvolveram a escrita não se encontravam na Europa, mas que o estudo da História deu-se num período em que era necessário confirmar a inferioridade dos povos nativos da América e da África.

Exercício 9
Alternativa B




Prova de História para o 6º ano

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior