Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Atividade - O Nome da Rosa

Atividade - Filme "O nome da rosa". Sugestão para o 1º Ano do Ensino Médio

Prova de História - 8º ano com gabarito

Padre Feijó - www.professorjunioronline.com


PROVA DE HISTÓRIA - 8º ANO COM GABARITO

3º BIMESTRE

2022




Conteúdo da prova: Período Regencial
Série/Turma: 8º Ano
Bimestre:  
Ano: 2022
Gabarito: Sim, para as objetivas




Abaixo, transcrição da prova de História - 8º ano - 3º bimestre, com gabarito. Arquivo para download e Gabarito das objetivas após a transcrição.

Obs.: caso haja imagens na prova, elas não aparecerão aqui na postagem, apenas no arquivo para download (link ao final da postagem).

Transcrição da Prova

1. a) Qual acontecimento político, em 1831, marca o início do período Regencial? (0,2)

b) Qual acontecimento político, em 1840, marca o fim do período Regencial? (0,2)

c) Explique o que foi o período Regencial. (0,5)

2. Relacione: (0,3)
(A) Federalismo
(B) Monarquia
(C) República
(    ) Forma de governo em que um ou vários indivíduos eleitos pelo povo exercem o poder supremo por tempo determinado.
(    ) Forma de governo pelo qual vários estados se reúnem numa só nação sem perda de sua autonomia nos assuntos locais.
(    ) Estado ou forma de governo em que o soberano é rei.

3. Sobre a política do Período Regencial, assinale nas características abaixo aquelas que são próprias dos (M)oderados ou dos (E)xaltados. (0,6)
(     ) Contrários, especificamente, ao absolutismo de D. Pedro I.
(     ) Reuniam tendências antiabsolutistas de um modo geral.
(     ) Favoráveis à manutenção da monarquia centralizada.
(     ) Favoráveis à extinção do Poder Moderador.
(     ) Favoráveis à manutenção da ordem latifundiária e escravista.
(     ) Alguns de seus membros eram favoráveis à implantação da República como forma de governo.

4. Enumere os governos regenciais em ordem cronológica dos acontecimentos. (0,4) 

5. (Unicamp – Adaptada) Leia o texto abaixo e depois responda:
"Dois partidos lutam hoje em nossa pátria: o Restaurador e o Moderado. O primeiro foi leal ao monarca que abdicou e defende os inquestionáveis direitos do Sr. Pedro II. O segundo é partidário do sistema republicano e quer reduzir o Brasil a inúmeras Repúblicas fracas e pequenas, e assim seus membros poderiam tornar-se seus futuros ditadores." 
(Adaptado do jornal O CARAMURU de 12 de abril de 1832, citado por Arnaldo Contier, Imprensa e Ideologia em São Paulo, 1979) 
A partir do texto, responda: 
a) Em qual período da história política do Brasil o texto foi escrito? (0,2)

b) Qual o regime político defendido por cada partido político citado no texto? (0,2)

6. Explique porque alguns historiadores consideram o período Regencial como uma experiência republicana antes mesmo da Proclamação da República. (0,5)

7. Sobre a Revolta dos papa-méis é correto afirmar que: (0,3)
a) com a crise do açúcar, o aumento dos impostos e a precariedade nas condições de vida levaram ao início da revolta no Nordeste.
b) ligada à extração aurífera em Pernambuco, teve como seus principais líderes os grandes mineradores da região que eram contrários à instalação das casas de fundição.
c) a principal característica dessa revolta foi a participação exclusivamente de indígenas e ex-escravos, restringindo-se à província de Pernambuco.
d) tendo início como oposição ao governo dos regentes, foi a última revolta do período.
e) foi o único conflito que contou com o apoio dos regentes.

8. A revolta dos Malês: (0,3)
a) Foi comandada por escravos e libertos muçulmanos em Salvador na província da Bahia.
b) Foi iniciada por setores da elite maranhense contra as medidas centralizadoras adotadas pelo governo sediado no Rio de Janeiro.
c) Foi liderada por comerciantes paulistas contrários à presença dos portugueses na região das minas.
d) Foi articulada pelo setor açucareiro da elite baiana descontente com a falta de investimentos do governo imperial.
e) Estabeleceu uma ampla rede de quilombos em Pernambuco, desafiando a dominação holandesa.
9. Durante o período regencial (1831-1840) ocorreram revoltas nas províncias do norte – Maranhão e Pará – e nas do sul – Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
Em relação às causas da Balaiada, revolta que eclodiu no Maranhão em 1838, assinale a alternativa incorreta: (0,3)
a) A disputa política entre grupos da elite provincial, opondo bem-te-vis (liberais) e cabanos (conservadores).
b) O apoio dos liberais à radicalização popular da revolta, defendendo a abolição da escravidão.
c) A insurreição dos escravos, conduzida pelo temido quilombola Negro Cosme.
d) A luta por melhores condições de vida dos sertanejos, liderada pelo artesão Manoel Balaio.
e) O descontentamento dos exportadores de algodão com as limitações impostas pela Corte à venda direta do algodão para a Europa.

10. Movimento que pretendia proclamar a República Baiense, que deveria existir durante a menoridade de D. Pedro. Com a maioridade, seria abolida a República e a Bahia integrar-se-ia ao Império. (0,3)
a) Farroupilha
b) Balaiada
c) Sabinada
d) Cabanagem
e) Revolta Praieira

11. Entre 1835 e 1840, ocorreu no Pará uma revolta chamada de "Cabanagem". Com relação a esta rebelião, é correto afirmar: (0,3)
a) os "cabanos" representavam o grupo mais radical do período da Regência, lutando por uma República sem escravos e sem grandes proprietários rurais.
b) o governo central ignorou o movimento em função das tímidas propostas de reforma social divulgadas pelos "cabanos", evitando a repressão.
c) os líderes "cabanos" eram grandes proprietários de terras, enriquecidos com o ciclo da borracha e insatisfeitos com a política de centralização do governo regencial.
d) apesar das tropas rebeldes serem compostas de negros, mestiços e índios, os "cabanos" propunham a manutenção da estrutura social vigente, porém exigindo a autonomia da província.
e) a repressão ao movimento ocorreu em resposta à tentativa de separação da província em relação ao restante do país.

12. A Guerra dos Farrapos ou Revolução Farroupilha (1835-1845) eclodiu como uma reação ao(s): (0,3)
a) interesse dos escravos sulistas em proclamarem uma república nos moldes do que aconteceu no Haiti.
b) regime de propriedade das terras gaúchas, que favorecia a concentração da posse de latifúndios nas mãos dos nobres ligados à Corte.
c) intensos movimentos do exército imperial no Rio Grande do Sul, que limitavam a atuação política dos estancieiros gaúchos.
d) sistema de representação eleitoral, que excluía a possibilidade de participação política das camadas populares da sociedade gaúcha.
e) pesados impostos cobrados pela Coroa, que diminuíam a capacidade de concorrência dos produtos gaúchos, especialmente do charque.

13. O período regencial foi politicamente marcado pela aprovação do Ato Adicional que: (0,3)
a) criou o Conselho de Estado e o Poder Moderador.
b) implantou a Guarda Nacional e centralizou o poder.
c) extinguiu as Assembleias Legislativas Provinciais e criou o Código de Processo Criminal.
d) transformou a Regência Trina em Regência Una e garantiu certa autonomia às províncias.
e) eliminou a vitaliciedade do Senado e permitiu que os regentes exercessem o Poder Moderador.

14. No governo do regente Araújo Lima (1837-1840) foi aprovada a Lei de Interpretação ao Ato Adicional. Esta lei: (0,3)
a) modificava alguns pontos centrais da Constituição vigente, extinguindo o Conselho de Estado, mas conservando o Poder Moderador e a vitaliciedade do Senado.
b) revelava o caráter liberal dos Regentes, suspendendo o exercício do Poder Moderador pelo governo.
c) buscava a centralização como forma de enfrentar os levantes provinciais que ameaçavam a ordem estabelecida, limitando os poderes das Assembleias Legislativas Provinciais.
d) criava o Município Neutro do Rio de Janeiro, território independente da Província, como sede da administração central, propiciando a centralização política.
e) restabelecia os poderes legislativos dos Conselhos Municipais, colocando nas mãos dos conselheiros o direito de governar as Províncias.

15. O Golpe da Maioridade que colocou Pedro II no trono Golpe da Maioridade em 1840 representou: (0,3)
a) a ascensão dos conservadores afastados do poder desde o Avanço Liberal.
b) a vitória dos liberais que retornaram ao governo, convidados para formar o primeiro ministério do Segundo Reinado.
c) o enfraquecimento do regime monárquico e o crescimento do republicanismo.
d) o declínio da aristocracia rural já que o novo governo não apoiava a manutenção de seus privilégios.
e) o fortalecimento da democracia, fato comprovado na primeira eleição do Segundo Reinado, a "eleição do cacete".
16. Analise o texto abaixo: (0,2)
Luiza Mahin entrou para a História por meio de relatos do seu filho, reconhecido como um dos precursores do movimento abolicionista no Brasil, o poeta Luiz Gama, nascido em Salvador no dia 21 de junho de 1830. Mesmo sem contar com documentação ou registros materiais que possam comprovar efetivamente a sua existência, de acordo com a historiadora Aline Najara da Silva Gonçalves, Gama revelou o “nome da mãe em uma carta autobiográfica enviada em 1880 ao amigo Lucio de Mendonça e, antes disso, dedicou-lhe os versos do poema Minha Mãe, escrito em 1861”. (Será que você lê tudo na prova? Vamos descobrir... se você está lendo isso, não faça qualquer comentário em sala e escreva no final desta página a frase ‘Eu amo História!’ para ganhar 0,3 de bônus). Alguns estudiosos alegam que Luiza teria sido uma criação literária do escritor. De todo o modo, ficção ou não, alimentou o desenvolvimento do mito. (multirio.rj.gov.br)

O texto faz referência à Luiza Mahin que, segundo alguns relatos, era africana da Costa da Mina, da nação nagô-gegê e muçulmana. Foi uma personagem que participou de qual das revoltas regenciais?
a) Revolta dos Malês
b) Revolução Farroupilha
c) Cabanagem
d) Sabinada

-------------------------------

-------------------------------


Procurando mais conteúdos para 8º ano? Clique aqui!


Gabarito das objetivas

2. C - A - B

3. M - E - M - E - M - E

4. 4 - 2 - 1 - 3

7. Alternativa A

8. Alternativa

9. Alternativa A

10. Alternativa C

11. Alternativa D

12. Alternativa E

13. Alternativa D

14. Alternativa C

15. Alternativa B

16. Alternativa A


Prova para download: Clique aqui


Comentários

Conteúdo Correspondente