Unidades Federativas do Brasil: Acre

13:31 Junior Lopes 0 Comentários


Acre
Território do Acre

Acre

Série de postagens 'Unidades Federativas do Brasil' traz hoje a bandeira, o hino, o brasão e informações diversas sobre o estado do Acre



Informações Básicas:
  • Estado:
    • Acre
  • Curiosidade:
    • O nome Acre vem de "Aquiri" e significa  "rio dos jacarés", na língua nativa dos índios Apurinãs.
  • Capital:
    • Rio Branco
  • Sigla:
    • AC
  • Habitante:
    • Acreano
  • Área:
    • 164.221 km2
  • Região:
    • Norte
  • Governador (2012):
    • Sebastião Afonso Viana Macedo Neves
  • Vice-governador (2012):
    • Carlos César Messias




Bandeira
Bandeira do Acre
Bandeira do estado do Acre

Brasão
Brasão do Acre
Brasão do estado do Acre

Hino

Ouça e faça download


Letra

I
Que este sol a brilhar soberano
Sobre as matas que o vêem com amor
Encha o peito de cada acreano
De nobreza, constância e valor...
Invencíveis e grandes na guerra,
Imitemos o exemplo sem par
Do amplo rio que briga com a terra
Vence-a e entra brigando com o mar

Estribrilho:
Fulge um astro na nossa bandeira
Que foi tinto no sangue de heróis
Adoremos na estrela altaneira
O mais belo e o melhor dos faróis

II
Triunfantes da luta voltando
Temos n'alma os encantos do céu
E na fronte serena, radiante,
Imortal e sagrado troféu
O Brasil a exultar acompanha
Nossos passos portanto é subir
Que da glória a divina montanha
Tem no cimo o arrebol do porvir

Estribilho:
Fulge um astro na nossa bandeira
Que foi tinto no sangue de heróis
Adoremos na estrela altaneira
O mais belo e o melhor dos faróis

III
Possuímos um bem conquistado
Nobremente com armas na mão
Se o afrontarem, de cada soldado
Surgirá de repente um leão
Liberdade é o querido tesouro
Que depois do lutar nos seduz
Tal o rio que rola o sol de ouro
Lança um manto sublime de luz

Estribilho:
Fulge um astro na nossa bandeira
Que foi tinto no sangue de heróis
Adoremos na estrela altaneira
O mais belo e o melhor dos faróis

IV
Vamos ter como prêmio de guerra
Um consolo que as penas desfaz
Vendo as flores do amor sobre a terra
E no céu o arco-íris da paz
As esposas e mães carinhosas
A esperarem nos lares fiéis
Atapetam a porta de rosas
E cantando entretecem lauréis

Estribilho:
Fulge um astro na nossa bandeira
Que foi tinto no sangue de heróis
Adoremos na estrela altaneira
O mais belo e o melhor dos faróis

V
Mas se audaz estrangeiro algum dia
Nossos brios de novo ofender
Lutaremos com a mesma energia
Sem recuar, sem cair, sem temer
E ergueremos, então, destas zonas
Um tal canto vibrante e viril
Que será como a voz do Amazonas
Ecoando por todo o Brasil

Estribilho:
Fulge um astro na nossa bandeira
Que foi tinto no sangue de heróis
Adoremos na estrela altaneira
O mais belo e o melhor dos faróis


-----

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Série "Unidades Federativas do Brasil"

13:30 Junior Lopes 0 Comentários

Unidades Federativas do Brasil
Divisão política do Brasil

Unidades Federativas do Brasil

Nova série do professorjunioronline.com traz informações sobre os estados brasileiros e o Distrito Federal

Muitas vezes os alunos desconhecem a existência do hino, do brasão e até mesmo da bandeira de seu estado, já que geralmente, nos Atos Cívicos, são entoados somente os hinos Nacional e do município.
A ideia desta serie de postagens surgiu com o objetivo de levar essas informações aos alunos e facilitar o trabalho de professores interessados em dados gerais sobre as Unidades Federativas.
Cada postagem trará informações de um único estado, com dados básicos, bandeira, brasão, hino para ouvir e fazer download, letra do hino e link para uma página formatada com todas as informações da postagem, pronta para imprimir e distribuir aos alunos.
As informações serão postadas sem uma periodicidade específica em ordem alfabética por estado.

Você pode clicar aqui para ver a lista de postagens disponíveis ou clicar no estado na lista abaixo (lembre-se que os links estarão ativos somente após a publicação da postagem de cada estado):
  • Acre
  • Alagoas
  • Amapá
  • Amazonas
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Minas Gerais
  • Pará
  • Paraíba
  • Paraná
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio de Janeiro
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Rondônia
  • Roraima
  • Santa Catarina
  • São Paulo
  • Sergipe
  • Tocantins

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Game - Mapa Político da Europa

13:30 Junior Lopes 0 Comentários

Game Europa Político
Game - Europa Político

Jogo ajuda a conhecer melhor o mapa político da Europa

Dois jogos simples e úteis ligados ao conteúdo de Geografia

Provavelmente você deve saber em qual lugar da Europa ficam Portugal, Espanha, Reino Unido, Alemanha, Itália... Mas e a Bósnia Herzegovina? E a Bulgária? E Luxemburgo?

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Música na aula - Alexander the Great

13:30 Junior Lopes 0 Comentários

Alexandre, o Grande. Música na aula
Alexandre e seu tutor Aristóteles (à esq.)
Música na aula - Alexander the Great (Iron Maiden). Letra, música e vídeo que podem ser utilizados na disciplina de História no conteúdo sobre a Grécia Antiga e o domínio de Alexandre o Grande.

Alexander the Great

Iron Maiden

Alexandre certamente merece o adjetivo acrescentado ao seu nome. Homem culto, sofisticado e, ao mesmo tempo violento. Filho de Filipe II, pupilo de Aristóteles e Rei da Macedônia, Alexandre viveu no século 4 a.C. Seu governo durou pouco mais de uma década, mas foi suficiente para manter os domínios que seu pai havia conquistado e ampliá-los, chegando ao Egito, à Pérsia e à Ásia Central. Segundo relatos, sua dominação não foi maior porque seus homens, cansados, recusaram-se a acompanhá-lo, obrigando-o a  abandonar os planos ambiciosos. Seus domínios contribuíram para a aproximação entre o Oriente e o Ocidente, dando origem à cultura helenística.

A própria personalidade de Alexandre e o vigor de seu império já bastam para colocar o assunto como um dos mais atrativos para os alunos. Ainda assim, para fugir da mesmice, a música dos ingleses do Iron Maiden cai como uma luva. A música é do álbum Somewhere in Time, de 1986.

Clique aqui para baixar um arquivo com a letra, a tradução e informações adicionais para os alunos (fica melhor se for impresso frente/verso).
Logo abaixo você pode ouvir a música no player do Som13, na sequência tem a letra em inglês e traduzida e, logo abaixo das letras, link para um vídeo no YouTube com legenda e outro sem legenda mas com uma qualidade melhor.

Ouça a música:
Musicas para ouvir online




Letra original em inglês


Alexander The Great

"My son, ask for thyself another kingdom,
For that which I leave is too small for thee."

Near to the East, in a part of ancient Greece,
In an ancient land called Macedonia,
Was born a son to Philip of Macedon,
The legend his name was Alexander.

At the age of nineteen, he became the Macedon king,
And he swore to free all of Asia Minor,
By the Aegian Sea in 334 BC,
He utterly beat the armies of Persia.

Alexander the Great,
His name struck fear into hearts of men,
Alexander the Great,
Became a legend 'mongst mortal men.

King Darius the third, Defeated fled Persia,
The Scythians fell by the river Jaxartes,
Then Egypt fell to the Macedon king as well,
And he founded the city called Alexandria.

By the Tigris river, he met King Darius again,
And crushed him again in the battle of Arbela,
Entering Babylon and Susa, treasures he found,
Took Persepolis, the capital of Persia.

Alexander the Great,
His name struck fear into hearts of men,
Alexander the Great,
Became a god amongst mortal men.

A Phrygian King had bound a chariot yoke,
And Alexander cut the "Gordion knot",
And legend said that who untied the knot,
He would become the master of Asia.

Hellenism he spread far and wide,
The Macedonian learned mind,
Their culture was a western way of life,
He paved the way for Christianity.

Marching on, Marching on.

The battle weary marching side by side,
Alexander's army line by line,
They wouldn't follow him to India,
Tired of the combat, pain and the glory.

Chorus:
Alexander the Great,
His name struck fear into hearts of men,
Alexander the Great,
He died of fever in Babylon.



Letra traduzida


Alexandre O Grande

"Meu filho, consiga para você um outro reino
Pois este que deixo é pequeno demais para você"

Perto do Leste, em uma parte da antiga Grécia,
Em uma terra antiga chamada Macedônia,
Nasceu o filho de Felipe da Macedônia,
A lenda, seu nome era Alexandre.

Aos dezenove anos se tornou o rei da Macedônia,
E prometeu libertar toda a Ásia Menor,
Pelo mar Egeu em 334 A.C.,
Ele derrotou completamente os exércitos da Pérsia.

Alexandre o Grande,
Seu nome colocava medo no coração dos homens,
Alexandre o grande,
Se tornou uma lenda entre os mortais.

Rei Dário III, derrotado fugiu da Pérsia,
Os Scythianos caíram junto ao Rio Jaxartes,
Os Egípcios sucubiram também ao rei Macedônio,
E ele fundou a cidade chamada Alexandria.

No rio Tigre ele encontrou novamente o rei Dário,
E o esmagou de novo na batalha de Arbela,
Adentrando Babilônia e Susa, tesouros ele encontrou,
Tomou Persepolis, a capital da Pérsia.

Um rei Frígio prendeu uma carroça de bois,
E alexandre cortou o "Nó Górdio",
E a lenda dizia que quem cortasse o nó,
Se tornaria o governante da Ásia.

Ele espalhou o Hedonismo por todos os lados,
A mente culta da Macedônia,
Sua cultura era uma maneira ocidental de vida,
Ele pavimentou o caminho para o cristianismo.

Marchando, marchando.

A cansativa batalha, marchando lado a lado,
Os exércitos de Alexandre linha a linha,
Eles não o seguiriam para a Índia,
Cansados do combate, dor e glória.

Alexandre o Grande,
Seu nome colocava medo nos corações dos homens,
Alexandre o Grande, Morreu de febre na Babilônia. 



Clipe da música com legenda


Clipe da música sem legenda mas com melhor qualidade


0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Ranking Universitário da Folha de S. Paulo

12:39 Junior Lopes 0 Comentários

Ranking Universitário
Conheça a Universidade que você pretende ingressar.

RUF

Ranking permite a análise de diversas instituições

No momento de decidir o futuro dos seus estudos, tão importante quanto a escolha do curso é a escolha da instituição. Para isso, é importante conversar com pessoas que frequentam a instituição e, de preferência, o curso que você pretende ingressar; fazer uma visita à instituição; verificar o reconhecimento da instituição junto ao MEC, já que diplomas de instituições ou cursos não reconhecidos não têm validade (clique aqui para verificar se o curso ou instituição que você escolheu são reconhecidos pelo MEC); conferir rankings feitos por instituições idôneas, como o RUF (Raking Universitário da Folha de S. Paulo).

O RUF listou as 191 universidades do país em um ranking geral e disponibilizou ainda para o leitor a possibilidade de criar seu próprio ranking personalizado, utilizando seis pesos diferentes para os indicadores de pesquisa, ensino, mercado e inovação (clique aqui para criar seu ranking personalizado).

As dez instituições melhores classificadas no RUF foram:

  1. Universidade de S. Paulo - USP (SP)
  2. Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG (MG)
  3. Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (RJ)
  4. Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS (RS)
  5. Universidade Estadual de Campinas - Unicamp (SP)
  6. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Unesp (SP)
  7. Universidade Federal do Paraná - UFPR (PR)
  8. Universidade de Brasília - UnB (DF)
  9. Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC (SC)
  10. Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (PE)
No paraná, as melhores classificadas foram:
  • 7º - UFPR - Universidade Federal do Paraná
  • 19º - UEM - Universidade Estadual de Maringá
  • 25º - UEL - Universidade Estadual de Londrina
  • 27º - PUCPR - Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • 54º - UEPG - Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • 57º - Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • 77º - UTFPR - Universidade Tecnológica Federal do Paraná
  • 85º - Unicentro - Universidade Estadual do Centro-Oeste
  • 106º - UP - Universidade Positivo
  • 108º - Unopar - Universidade Norte do Paraná
  • 131º - Unipar - Universidade Paranaense
  • 132º - UTP - Universidade Tuiuti do Paraná
  • 170º - UENP - Universidade Estadual do Norte do Paraná
  • 179º - Unila - Universidade Federal da Integração Latino-Americana
Ao acessar o ranking é possível clicar sobre cada uma das instituições e obter informações mais detalhadas


0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Revolução de 1930

13:30 Junior Lopes 2 Comentários

Getúlio Vargas e a Revolução de 1930
Getúlio Vargas no Palácio do Catete, no Rio de Janeiro, em 1930.

A Revolução de 1930

Saiba mais sobre este movimento considerado revolucionário, apesar apesar de apoiado pela elite agrária 

O ano era 1930 e o presidente Washington Luis enfrentava a crise ocasionada pelo Crash da Bolsa de Nova Iorque. Um dos setores mais afetados pela crise foi o cafeeiro que, segundo Jorge Caldeira, amargou terrível queda: a saca de café no mercado nacional despencou de 67,3 libras esterlinas em 1929 para 26,2 em 1932 e 17,4 em 1935; o valor total das exportações brasileiras, que chegou próximo de 98 milhões de libras esterlinas em 1928, caiu para 36,6 milhões em 1932. Enquanto isso o movimento do comércio exterior no mundo também ia ladeira abaixo: passou de 68,8 bilhões de dólares em 1929 para 26,6 em 1932, chegando a 14,5 em 1934.

Mas a economia não era a única preocupação do presidente fluminense que fez carreira em São Paulo. A política nacional acompanhava o caos político. Para as eleições presidenciais de março de 1930, Washington Luis quebrou a política do café com leite, deixando de apoiar o virtual candidato da oligarquia mineira, Antonio Carlos de Andrade e indicando um candidato paulista, Júlio Prestes.
Tal fato foi o que faltava para a cisão entre as oligarquias, fazendo surgir a Aliança Liberal, formada pelas oligarquias de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraíba, tendo como candidatos o gaúcho Getúlio Vargas à presidência e o paraibano João Pessoa à vice-presidência.
A derrota da Aliança Liberal foi um balde de água fria nos ânimos daqueles que a apoiaram. No entanto, o assassinato de João Pessoa por motivos passionais acabou sendo utilizado como arma pelos derrotados, já que sua morte foi apresentada como exemplo do autoritarismo governamental. As manifestações antigovernamentais se espalharam pelo país e deram novo ânimo aos aliancistas.
O objetivo agora seria impedir a posse de Júlio Prestes.
"Façamos a revolução antes que o povo a faça!", teria dito Antonio Carlos de Andrade.
O movimento revolucionário teve início em 3 de outubro no Rio Grande do Sul, sob a liderança de Getúlio Vargas, enquanto no Nordeste Juarez Távora comandava os revoltosos. Washington Luis e as forças legalistas esboçaram uma reação mas, em dois dias o estado do Rio Grande do Sul estava dominado e as vitórias revoltosas aconteciam em sequência por diversos estados.
Finalmente, diante de um embate que parecia iminente, mas não aconteceu, entre revoltosos e legalistas, o presidente Washington Luis recebeu um ultimato para renunciar no dia 23 de outubro. Apesar de ter recusado o ultimato, acabou deposto e preso no dia 24.

Em novembro de 1930 Getúlio Vargas chega ao Rio de Janeiro e toma posse no dia 3, dando início ao período que entrou para a História como 'A Era Vargas'. Como objetivos claros, Getúlio apresentava a renovação da política criada por governos anteriores e a proposta de governo desenvolvimentista.

Conheça um pouco mais sobre a Revolução de 30 com a reportagem
do telejornal Rio Grande no Ar, da Rede Record:

-----
Fonte:
CALDEIRA, Jorge. Viagem pela História do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1997. 2ed.

2 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Pérolas 12008

13:30 Junior Lopes 0 Comentários


pérolas história geografia prova trabalho

Desta vez vou abrir mão das 'minhas' Pérolas para citar algumas preciosidades expostas no texto do colunista da Folha de S. Paulo Josué Gomes da Silva. O texto é do dia 02 de setembro de 2012 e o autor faz uma reflexão sobre o uso das palavras, da vírgula e da própria educação no nosso país. Você pode ler o texto na íntegra clicando aqui.
Então vamos lá:

  • "Apóstrofos são os amigos de Jesus, que se juntaram naquela jantinha que o Leonardo fotografou".
  • "Vamos vender nosso peixe em todos os países da Terra".
São apenas duas, mas valem ouro!

Vale a pena conferir o texto completo clicando aqui.

Não deixe de conferir outras pérolas clicando aqui.

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!