Pérolas 12006

13:30 Junior Lopes 2 Comentários



pérolas história geografia absurdos

As férias estão quase chegando e as Pérolas se acumulando... 2013 vai ter material de sobra!
Lembre-se: a transcrição é sempre fiel à resposta original.
...

  • Resposta à pergunta "Explique o poder divino dos reis na Idade Moderna": “Eu acho que é como no ditado popular: a voz do povo é a voz de Deus.”
  • "A mesopotanea é monoteista, acreditava somente em um unico rei."
  • “Os povos assirios eram violentos, Violentaram até os vencedores.”
  • "Israel entrou em conflito com os EUA porque queriam um pedaço da ONU."

Eu mereço!


Um abraço!

2 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Mercosul e Unasul

13:30 Junior Lopes 0 Comentários

mercosul unasul

Mercosul e Unasul

Com o impeachment relâmpago de Fernando Lugo, países membros do Mercosul e da Unasul estudam ações contra o Paraguai. Mas... o que são Mercosul e Unasul?


Notícias recentes como "Brasil aguardará Mercosul para agir sobre o Paraguai" e "Equador confirma reunião da Unasul sobre Paraguai", levam muitos alunos que ainda não estudaram sobre a América (e até alguns que já estudaram) a perguntarem o que significam Mercosul e Unasul.

Mercosul

Conforme informa seu tratado constitutivo assinado em 1991, o Tratado de Assunção, o Mercado Comum do Sul, ou simplesmente Mercosul, é um bloco formado inicialmente por quatro Estados Partes: Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. A Venezuela é um Estado Parte em processo de adesão, enquanto Bolívia, Chile, Colômbia, Equador e Peru são Estados Associados do Mercosul.
Os Estados Partes compartilham uma comunhão de valores que encontra expressão nas sociedades democráticas, pluralistas, defensoras das liberdades fundamentais, dos direitos humanos, da proteção do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável, incluindo seu compromisso com a consolidação da democracia, a segurança jurídica, o combate à pobreza e o desenvolvimento econômico e social com equidade". Tendo como objetivo principal, "a integração dos quatro Estados Partes, por meio da livre circulação de bens, serviços e fatores produtivos, do estabelecimento de uma tarifa externa comum e da adoção de uma política comercial comum, da coordenação de políticas macroeconômicas e setoriais e da harmonização de legislações nas áreas pertinentes, para alcançar o fortalecimento do processo de integração".
Em pouquíssimas palavras, com o Mercosul os Estados Partes buscaram adotar políticas de integração econômica e aduaneira.

Unasul

A União de Nações Sul-Americanas, ou Unasul, teve seu tratado constitutivo assinado em 2008 e é formada pelos doze países da América do Sul: Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Guiana,  Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela.
A Unasul tem como principal objetivo "construir, de maneira participativa e consensuada, um espaço de integraçãoe união no âmbito cultural, social, econômico e político entre seus povos,  priorizando o diálogo político, as políticas sociais, a educação, a energia, a   infra-estrutura, o financiamento e o meio ambiente, entre outros, com vistas  a eliminar a desigualdade socioeconômica, alcançar  a inclusão social e a  participação cidadã, fortalecer a democracia e reduzir as assimetrias no marco do fortalecimento da soberania e independência dos Estados".
A Unasul faz parte de um processo contínuo de integração dos países da América do Sul.


Para saber mais:
Animação da revista Nova Escola sobre a evolução dos blocos econômicos
Artigo sobre blocos econômicos no 'Mundo Vestibular'

Para saber mais sobre o Mercosul:
Página oficial do Mercosul
Perguntas frequentes (FAQ) sobre o Mercosul

Para saber mais sobre a Unasul:
Página oficial da Unasul
Tratado Constitutivo da Unasul



0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Climograma

13:30 Junior Lopes 1 Comentários

climograma clima geografia

Climograma

Tenha menos trabalho, crie seu climograma no Excel

Os climogramas são gráficos que permitem a compreensão do perfil climático de determinada região ao auxiliarem na visualização das médias de temperaturas e pluviométricas, geralmente no período de um ano. Na verdade o climograma é a sobreposição de dois gráficos, um linear e outro de barras, como o da figura acima. Os climogramas facilitam a observação de períodos de estiagem, de excesso de chuvas e as variações de temperaturas.
Criar um climograma é tarefa fácil, porém trabalhosa, podendo-se utilizar papel milimetrado para facilitar a criação das barras e da linha. Nas aulas do 7º ano, após aprendermos a parte teórica dos climogramas e analisarmos vários deles, de climas diferentes no Brasil, passamos para a parte prática e fomos desenhar nosso próprio gráfico, com informações do clima subtropical. Como foi o primeiro climograma que fizeram, os alunos levaram uma aula inteira para finalizar a atividade, porém os resultados foram satisfatórios, tanto para os alunos quanto para o professor. Depois que os alunos encerraram a atividade, foi sugerido pelo professor que tentassem fazer no computador, como poucos deles tinham familiaridade com o Excel, foi indicado o site Planilhas Excel, desenvolvido pelo João Henrique, com diversos modelos de planilhas prontos, inclusive de climograma (clique aqui para fazer o download). A planilha é muito simples de ser utilizada, mas se, mesmo assim, houver alguma dificuldade, é só acessar a postagem original (clicando aqui) que as informações estão bem detalhadas.

É isso, se tiverem alguma dúvida, ou quiserem informar o que acharam da atividade, basta comentarem esta postagem.

1 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Impeachment de Fernando Lugo no Paraguai

13:30 Junior Lopes 0 Comentários

Fernando Lugo impeachment collor

Impeachment

Vinte anos depois de Fernando Collor no Brasil, Fernando Lugo sofre impeachment no Paraguai



No dia 22 de junho, o senado paraguaio julgou processo político contra o presidente socialista Fernando Lugo, votando pela sua condenação e pela aprovação do impeachment.
O impeachment nada mais é que o processo político que impõe a destituição do cargo ao dirigente da nação (aplicável também a outros cargos como vice-presidente, governador, ministro do Supremo Tribunal e procurador-geral da República) por algum crime cometido contra a Nação.
Segundo o dicionário Michaelis, impeachment é um "processo político-criminal que se instaura contra o presidente da República, qualquer governador, ministro do Supremo Tribunal ou procurador-geral da República, com o fim de impor-lhe a pena de destituição do cargo, por delito de responsabilidade resultante da infração de deveres funcionais em prejuízo dos interesses da Nação".
Fernando Lugo é responsabilizado, ao menos até agora sem provas consistentes, pela morte de 17 pessoas durante um conflito agrário, além de outras acusação menores.
Como não existem indícios diretos de que o presidente tenha participação nos assassinatos, como a Constituição prevê que, em caso de impeachment, o vice-presidente deve assumir imediatamente e como o vice presidente, Federico Franco, rompeu politicamente com a presidência, as reações pelo impeachment foram imediatas, na maioria das vezes, acusando todo o processo de golpe político.

Coincidentemente, mas em situações extremamente diferentes,
as palavras 'golpe' e 'Franco', já andaram juntas, como na Guerra Civil Espanhola.

Como era de se esperar, logo vieram as comparações da situação atual paraguaia com a história recente do Brasil, quando o presidente Fernando Collor passou por processo de impeachment, há 20 anos. Collor foi investigado pela Polícia Federal e acusado de crimes de corrupção, com provas contundentes e um processo que se arrastou por meses, quando finalmente em 29 de dezembro de 1992, nosso primeiro presidente eleito por voto direto após a ditadura militar, renunciou ao cargo (ao contrário de Lugo que foi deposto). Mesmo com a renúncia, o Senado brasileiro continuou com o processo e cassou os direitos políticos de Collor por oito anos.

Sobre os dois processos, o paraguaio e o brasileiro, e as possíveis semelhanças ou diferenças, podemos encontrar opiniões diversas. Em seu blog oficial, Luís Nassif traça um padrão não só entre Collor e Lugo, mas coloca no pacote também Andrés Perez, da Venezuela. Já Paulo Moreira Leite em artigo da revista Época, demonstra os absurdos em se comparar os dois Fernandos, o 'nosso' e o 'deles'.

Para saber mais sobre o processo de impeachment no Brasil:
Último Segundo - IG: Linha do tempo do impeachment de Collor
Último Segundo - IG: Especial sobre o impeachment de Collor
Gazeta do Povo: Especial sobre o impeachment de Collor
Estadão: Morte de PC Farias ainda não foi julgada.


0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Guerra Civil Espanhola

13:30 Junior Lopes 0 Comentários

guerra civil espanhola Guernica

Guerra Civil Espanhola



Seguindo tendências europeias no período entre guerras, a Espanha também teve seu regime totalitário


Este blog foi licenciado sob uma Licença Creative Commons.
Clique na imagem para saber mais.
Licença Creative Commons

Desde a segunda metade do século XIX que a Espanha vinha passando por instabilidades politicas, com frequentes ameaças à monarquia, passando inclusive por períodos republicanos. A década de 1930 foi marcada pela queda da monarquia, golpes militares e a separação política, grosso modo, em duas vertentes: a Frente Popular de Esquerda (de tendências socialistas e até mesmo anarquistas) e a Falange Tradicionalista Espanhola (defensora do totalitarismo, com obvias tendências nazifascistas).
Nas eleições de 1936, a Frente Popular sai vencedora e adota políticas que desagradam os conservadores, resultando, no mesmo ano, na  Guerra Civil Espanhola. Como a forte participação do general Francisco Franco e apoio dos regimes totalitários italiano e alemão, os falangistas vão conquistando vitórias sobre os esquerdistas, que também receberam apoio da União Soviética.
Em 1938 os falangistas tinham conquistado as principais cidades espanholas e, em 1939, conquistam Barcelona. A partir de então, tem início o governo totalitário do general Franco, que vai se estender até 1975, quando é restaurada a monarquia, que é consolidada como parlamentar pela Constituição de 1978.

Das diversas batalhas da Guerra Civil Espanhola, uma delas ganhou destaque pelas mãos de Pablo Picasso, que retratou os horrores do ataque à cidade de Guernica na obra de mesmo nome. Clicando neste link você pode baixar um pequeno arquivo para visualizar a cidade de Guernica no Google Earth (não deixe de utilizar o Street View para passear pela cidade). No vídeo abaixo você também pode 'passear', mas pela obra de Pablo Picasso em 3d.


0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Prova e gabarito de Geografia - 9º ano - 2º bimestre

10:50 Junior Lopes 0 Comentários



Provas de Geografia 8º ano fundamental

Prova e gabarito de Geografia

9º ano


Olá pessoal, o que acharam da prova? Estava fácil, não é mesmo? Confira pelo gabarito como você se saiu.

*** Clique aqui para visualizar a prova em pdf.


Clique aqui para acessar mais provas de Geografia, algumas com gabaritos.


Exercício 1a
Em 1842 a ilha de Hong Kong foi cedida aos britânicos (devolvida à China somente em 1997). Entre o final do século XIX e em todo o século XX, a cidade serviu de entrada para a China, e manteve-se como rota comercial e entreposto comercial com o Oriente. Quando o socialismo foi implantado na China em 1949, as relações com Hong Kong foram abaladas.

Exercício 1b
No contexto da Guerra Fria, o objetivo era reforçar a presença capitalista e ocidental na região.

Exercício 2
D

Exercício 3
O país necessitou ampliar seu comércio internacional, mas o mercado interno pequeno, espaço físico reduzido e dependência de fornecimento de matéria-prima,  foram empecilhos, necessitando investir em força de trabalho e na facilitação para instalação de indústrias de máquinas e equipamentos.

Exercício 4a
Também no contexto da Guerra Fria, os EUA desenvolveram um plano para aprofundar o capitalismo na região, visando inibir o avanço socialista.

Exercício 4b
Por ser um país agrário, havia o temor de que surgissem novas revoltas e, consequentemente, uma tendência ao sistema socialista.

Exercício 5
A

Exercício 6
Após a devolução da ilha de Hong Kong à China pela Inglaterra, o comércio entre Taiwan e Hong Kong se fortaleceu, fazendo aumentar, indiretamente, a relação comercial com os chineses.

Exercício 7a
Educação e especialização da mão de obra.

Exercício 7b
Baixo custo de mão de obra, incentivos fiscais, facilidades para exportação.

Exercício 8a
Coreias do Norte e do Sul


Exercício 8b
O afundamento do navio de guerra sul coreano Cheonan.


Exercício 8c
Coreia do Norte


Exercício 8d
Coréia do Sul


Exercício 8e
Devido à divisão em duas nações ocorrida em 1948, que separou o norte socialista, apoiado pela então URSS e o sul capitalista, apoiado pelos EUA. A partir de 1950 as duas Coreias entraram em conflito armado, que cessou somente em 1953. No entanto, até hoje, mesmo não estando em conflito armado, ainda não foi assinado um documento que colocasse fim à guerra.






Espero que você tenha acertado tudo.
Tenha um ótimo fim de semana!
Abraço!


Clique aqui para acessar mais provas de Geografia, algumas com gabaritos.

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Prova e gabarito de Geografia - 8º ano - 2º bimestre

09:40 Junior Lopes 0 Comentários



Provas de Geografia 8º ano fundamental

Prova e gabarito de Geografia

8º ano


Olá pessoal, o que acharam da prova? Estava fácil, não é mesmo? Confira pelo gabarito como você se saiu.
Exercício 1
(B)
(A)
(C)
(D)

Exercício 2
O aluno deve demonstrar que compreendeu o processo de rápido desenvolvimento econômico dos EUA no período que antecedeu 1929, bem como os problemas e a crise após a Quebra da Bolsa de NY, destacando o desempenho industrial em ambos os períodos.

Exercício 3
O aluno deve demonstrar que compreendeu o processo de ocupação do território estadunidense destacando as condições naturais favoráveis dos locais mais densamente ocupados e a pouca ocupação nas regiões desérticas e montanhosas; historicamente a região do litoral leste foi primeiramente ocupada pelos primeiros colonos que fundaram as 'Treze Colônias'; economicamente, as regiões mais densamente ocupadas são as de maior desenvolvimento industrial, tanto de indústrias tradicionais, quanto as novas indústrias de alta tecnologia.

Exercício 4
C

Exercício 5
As minas de carvão nos Montes Apalaches, o minério de ferro próximo ao Lago Superior, a proximidade das grandes vias fluviais e lacustres.

Exercício 6
Indústrias de alta tecnologia que fabricam componentes eletrônicos e indústrias dos setores de microeletrônica e informática. Exemplos: Apple, Intel, HP.

Exercício 7
Essas indústrias foram implantadas a partir da década de 1960 e cumprem a função de realizar a montagem final dos produtos industriais como automóveis, eletrodomésticos e brinquedos, utilizando peças fabricadas em diferentes regiões dos EUA.  O surgimento dessas indústrias nas regiões fronteiriças se deve à grande quantidade de mão de obra barata e ao fraco movimento sindical dos trabalhadores locais.

Exercício 8
I. Sun Belt
II. Manufacturing Belt

Exercício 9
(F)
(V)
(V)
(V)
(V)

Exercício 10
O aluno deve criar um texto onde demonstre que conseguiu entender o processo de entrada de imigrantes ilegais nos EUA pela fronteira com o México, destacando problemas como preconceito, trabalho ilegal, falta de amparo aos trabalhadores, a maneira como esse processo afeta a economia estadunidense, entre outros.

Exercício 11
C


Espero que você tenha acertado tudo.
Tenha um ótimo fim de semana!
Abraço!


Clique aqui para acessar mais provas de Geografia, algumas com gabaritos.

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Prova e gabarito de Geografia - 7º Ano - 2º bimestre

09:40 Junior Lopes 6 Comentários


Provas de Geografia 7º ano fundamental

Prova e gabarito de Geografia

7º ano

Olá pessoal, o que acharam da prova? Estava fácil, não é mesmo? Confira pelo gabarito como você se saiu.

6 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Prova e gabarito de Geografia - 6º Ano - 2º bimestre

09:40 Junior Lopes 0 Comentários


Provas de Geografia 6º ano fundamental

Prova e gabarito de Geografia

6º ano

Olá pessoal, o que acharam da prova? Estava fácil, não é mesmo? Confira pelo gabarito como você se saiu.



Clique aqui para acessar mais provas de Geografia, algumas com gabaritos.

Exercício 1a e 1b (clique na imagem para ampliá-la)
Equador Greenwich

Exercício 1c
- ... Oeste
- ... Sul

Exercício 1d
B: 20º de latitude Sul; 50º de longitude Oeste
C: 40º de latitude Sul; 20º de longitude Oeste
D: 70º de latitude Norte; 70º de longitude Leste
E:  60º de latitude Norte; 120º de longitude Leste
F:  30º de latitude Sul; 90º de longitude Leste

Exercício 2a
Três fusos horários.

Exercício 2b
AC: 8h          RO: 8h          DF: 9h
GO: 9h          Ilhas oceânicas: 10h

Exercício 3
(V)
(F)
(V)
(F)
(V)

Exercício 5a
Uma escala numérica

Exercício 5b
Equivale a 1 metro.

Exercício 5c
10 metros

Exercício 6 (clique na imagem para ampliá-la)

Exercício 7a
Correta uma das seguintes respostas:
São Luis; Fortaleza; Teresina; Natal; João Pessoa; Recife; Maceió; Aracaju; Salvador.

Exercício 7b
Oceano Atlântico

Exercício 7c
250 Km

Exercício 7d
Político

Exercício 7e
Região Norte

Exercício 7f
Cuiabá

Exercício 8
Brasil


Espero que você tenha acertado tudo.
Tenha um ótimo fim de semana!
Abraço!



Clique aqui para acessar mais provas de Geografia, algumas com gabaritos.

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

4ª Olimpíada Nacional em História do Brasil

13:30 Junior Lopes 25 Comentários

Olimpíada Nacional em História do Brasil

4ª Olimpíada Nacional em História do Brasil

Vamos participar?

Olá pessoal!
Esta é apenas para os alunos de 8º e 9º anos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio do Colégio Construindo o Saber.
Já começaram as inscrições para a 4ª edição da Olimpíada Nacional em História do Brasil. Alguns dos alunos que participaram da edição anterior já me procuraram para dizer que querem participar, mas para isso precisamos organizar as equipes.
Se você ainda não sabe o que é a ONHB, clique aqui para visitar o site oficial e aqui para acessar o regulamento e saber o que você enfrentará.

Veja abaixo o vídeo de divulgação.

As inscrições vão até o dia 10/08/2012, mas deixar para última hora... não dá certo! Vamos nos antecipar e fazer as inscrições antes mesmo do encerramento das aulas para as férias do meio do ano. Então, quem realmente tiver interesse em participar, comente esta postagem para que possamos organizar as equipes (não esqueça de se identificar).

O calendário oficial este logo abaixo:
  • Inscrições e pagamento dos boletos
    • As inscrições na 4ª Olimpíada Nacional em História do Brasil ocorrerão de 01/06/2012 a 10/08/2012.
  • Primeira fase
    • A primeira fase inicia no dia 20/08/2012 e finaliza no dia 25/08/2012.
  • Segunda fase
    • A segunda fase inicia no dia 27/08/2012 e finaliza no dia 01/09/2012.
  • Terceira fase
    • A terceira fase inicia no dia 03/09/2012 e finaliza no dia 08/09/2012.
  • Quarta fase
    • A quarta fase inicia no dia 10/09/2012 e finaliza no dia 15/09/2012.
  • Quinta fase
    • A quinta fase inicia no dia 17/09/2012 e finaliza no dia 22/09/2012.
  • Grande Final Presencial
    • Prova: 20/10/2012
  • Cerimônia de Premiação: 21/10/2012
A Organização da 4ª Olimpíada Nacional em História do Brasil se reserva o direito de alterar as datas das provas em caso de imprevistos de força maior, que fujam da alçada de controle do Museu Exploratório de Ciências – Unicamp.


É isso aí pessoal, nada de desânimo, vamos participar!

Um abraço!

25 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Rio +20

15:00 Junior Lopes 0 Comentários

Rio +20

Você sabe o que é a Rio +20?

Entre os dias 13 e 22 de junho de 2012 o mundo se encontra no Rio de Janeiro para pensar as estratégias sustentáveis para o futuro do nosso planeta.

A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, ou Rio +20, é o encontro de chefes de Estado e delegações organizado pela ONU, do qual participarão mais de 180 países, com o objetivo de debater e divulgar temas ligados à sustentabilidade e à 'economia verde', firmando compromissos, propondo e discutindo novos temas.
Os dois temas centrais da Rio +20 estabelecidos pela Assembleia-Feral das Nações Unidas são: “Economia verde no contexto do desenvolvimento sustentável e erradicação da pobreza”; “Marco institucional para o desenvolvimento sustentável”.
Ao contrário da Rio 92 que finalizou negociações anteriores a respeito de preservação ambiental, a Rio +20 se preocupa mais com o que ocorrerá no futuro e como as nações se comportarão, focando sempre o desenvolvimento sustentável e a economia verde e estabelecer metas para os próximos 20 anos.
Os termos mais falados por esses dias são exatamente 'desenvolvimento sustentável' e 'economia verde'. Vamos ver o que significam cada um deles:
Desenvolvimento sustentável
"Modelo de desenvolvimento que equilibra os avanços socioeconômicos com o aproveitamento sustentável dos recursos naturais. Os benefícios do crescimento econômico devem priorizar a inclusão social e a proteção ambiental e fomentar políticas de erradicação da pobreza".
Economia verde
"Modelo econômico que tem como base o desenvolvimento sustentável. No entanto, o conceito de 'economia verde' permite múltiplas interpretações e sua definição ainda não é consensual. O Brasil, por exemplo, prefere trabalhar com a ideia de uma 'economia verde inclusiva', com especial atenção para o pilar social. A 'economia verde inclusiva' já está sendo praticada por meio de políticas públicas brasileiras e de vários países. Alguns exemplos são:
  • políticas sociais, como a transferência condicionada de renda;
  • atividades para promover a conservação ou a recuperação ambiental;
  • apoio a segmentos da população cuja renda se origina na reciclagem de resíduos sólidos;
  • disseminação de boas práticas agrícolas usando tecnologias acessíveis a pequenas propriedades rurais e famílias de agricultores;
  • emprego eficiente de fontes limpas e renováveis de energia".
Incluídos na Rio +20 estão os 'Diálogos para o Desenvolvimento Sustentável', evento resultante da parceria entre o governo brasileiro e a ONU, que busca a troca de experiências e ideias sobre desenvolvimento sustentável entre setores da sociedade civil internacional. Os resultados desses Diálogos serão encaminhados aos chefes de Estado durante a Rio +20.
Os temas prioritários que serão discutidos nos 'Diálogos para o Desenvolvimento Sustentável', ligados ao desenvolvimento sustentável, são:
  • Desemprego, trabalho decente e migrações;
  • Desenvolvimento Sustentável como resposta às crises econômicas e financeiras;
  • Desenvolvimento Sustentável para o combate à pobreza;
  • A economia do Desenvolvimento Sustentável, incluindo padrões sustentáveis de produção e consumo;
  • Florestas;
  • Segurança alimentar e nutricional;
  • Energia sustentável para todos;
  • Água;
  • Cidades sustentáveis e inovação;
  • Oceanos.
Paralelamente à Rio +20 acontecerá a 'Cúpula dos Povos', organizada pelo sociedade civil global e também voltada às questões de sustentabilidade.
Para saber mais:

-----

Fonte:




0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Dúvida Cruel - A Guerra de Troia aconteceu realmente?

13:30 Junior Lopes 0 Comentários

Guerra de Troia

A Guerra de Troia aconteceu realmente?

Dúvida cruel da Sibele - 3º ano - Ensino Médio

Sibele, pode ficar tranquila que essa sua dúvida é compartilhada por muitas outras pessoas, inclusive historiadores, que discordam sobre a veracidade dos fatos da Guerra de Troia.
Antes de qualquer coisa, vamos lembrar rapidamente o que foi a Guerra de Troia.
Ao sequestrar a bela Helena, esposa do rei espartano Menelau, o príncipe troiano Páris desencadeou um processo que levaria à Guerra de Troia. Menelau conseguiu o apoio de Agamenon, Ulisses (ou Odisseu), Aquiles, entre outros e partiu para o ataque à cidade de Troia, em uma guerra que se arrastou por mais de dez anos (provavelmente ela tenha ocorrido entre os séculos XIII a.C. e XII a.C.). Em relação ao famoso cavalo de madeira, foi uma estratégia orquestrada por Ulisses diante da dificuldade em vencer os troianos. O grande cavalo tinha soldados no seu interior e foi deixado à porta da cidade de Troia, dando a impressão de que os espartanos haviam aceitado a derrota e deixado um presente. Os troianos levaram o cavalo para dentro da cidade e comemoraram sua vitória. Ao cair da noite, os soldados do interior do cavalo saíram', abriram as portas da cidade para os outros soldados e pegaram todos de surpresa. Foi o fim de Troia e Menelau conseguiu recapturar sua bela esposa.

Segundo os principais relatos, até o século XIX a Guerra de Troia não passava de uma narrativa mítica nas obras Homéricas (como vimos em nossas aulas, até mesmo a existência do próprio Homero, que teria vivido por volta do século IX a.C. é contestada). Foi o alemão Heinrich Schliemann que descobriu em 1871 os vestígios do que seria a cidade de Troia na atual Hissarlik, na Turquia (clique aqui para baixar um pequeno arquivo e visualizar no Google Hearth). Na verdade o que foi descoberto posteriormente na região é que várias cidades foram reconstruídas sobre as estruturas ou ruínas umas das outras. Sendo assim, com exceção das ruínas e dos relatos de Homero, não existem evidências sobre a Guerra de Troia. O que se sabe atualmente é que, para os gregos antigos, ela havia acontecido realmente e que hoje existem historiadores que aceitam as pesquisas que levam em consideração as descobertas iniciadas por Heinrich Schliemann e historiadores que não consideram tais pesquisas suficientemente embasadas para comprovar tal guerra. Daqueles que aceitam a veracidade da Guerra, alguns ainda acreditam que os motivos possam ter sido outros, como questões comerciais e não somente uma questão amorosa.
No entanto, de tudo isso, uma coisa é incontestável: a importância dos relatos da guerra na Ilíada e na Odisseia para o compreendimento do cotidiano grego da antiguidade.

Assista a lista de reprodução abaixo com documentário da
NatGeo sobre a Guerra de Troia: 

Para saber mais:

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Clima - 7º ano

13:30 Junior Lopes 0 Comentários

Massas de ar

Massas de ar que atuam no Brasil

Olá 7º ano. Seguem mais dois vídeos que podem auxiliá-los na compreensão dos conteúdos que estudamos neste bimestre. Desta vez são as massas de ar. Clique link do YouTube abaixo para visualizar uma lista de reprodução com dois vídeos.



Aproveite também para conhecer o site climatempo. Depois de acessar o site, digite o nome da cidade que você quer informações no campo 'Buscar Previsão'. Nos resultados você perceberá que muito do que aprendemos em sala sobre o tempo e o clima é colocado em prática, como por exemplo
  • temperaturas máxima e mínima, podendo observar a amplitude térmica
  • medição da chuva
  • condições do vento, que utiliam as indicações que vimos na rosa dos ventos
  • a possibilidade ou não de chuva
  • visualização em mapas
  • gráficos
Além de ficar informado sobre as condições climáticas, você pode aproveitar para se familiarizar com essas informações.


Qualquer dúvida, basta comentar esta postagem.

Abraço!


Postagem relacionada:
Relevo 7º ano.

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Google Earth na aula de Geografia

13:30 Junior Lopes 0 Comentários

geografia 6º ano coordenada escala

Google Earth na aula de Geografia

Para compreender escalas e coordenadas

Olá pessoal do 6º ano! 
Como vimos em nossas aulas, as coordenas são essenciais para localização em qualquer ponto da Terra, sendo utilizadas inclusive em aparelhos equipados com GPS. Além disso, vimos também que as coordenadas são fundamentais para estudarmos os fusos horários.
Para auxiliar nas suas atividades da apostila, bem como no momento de estudar para as provas, você pode utilizar o Google Earth. Se você ainda não o instalou em seu computador é muito simples, basta clicar aqui, baixar o arquivo e seguir os passos para instalação. Após a instalação você já pode utilizar essa poderosa ferramenta.
Após abrir o programa, para visualizar as coordenadas, você precisa ir até o menu 'Visualizar' e clicar em 'Grade', ou utilizar o atalho do teclado Ctrl+L. As coordenadas ficarão visíveis. Lembre-se:
  • N = Norte
  • S = Sul
  • W = Oeste
  • E = Leste
Você verá um resultado parecido com o da imagem abaixo:
google earth coordenadas
Você pode digitar os locais ou as coordenadas (que é o que precisamos neste momento) no campo 'Voar para', no canto superior esquerdo da janela do Google Earth.
Tente visualizar as coordenadas apresentadas na página 35 da apostila 1, digitando-as no campo 'Voar para':
  • A) 60ºN 30ºE
  • B ) 30ºN 30ºE
  • C ) 45ºN 60ºE
  • D ) 45ºS 150ºE
  • E ) 45ºN 90ºW
  • F ) 15ºS 120ºW
  • G ) 45ºS 105ºE
Depois de encontradas as coordenadas, aumente ou diminua o zoom para visualizar melhor.
Pode falar a verdade... assim fica muito mais legal, não é mesmo?


Já para visualizar a escala, você precisa ir até o menu 'Visualizar' e clicar em 'Legenda da escala'. A escala numérica ficará visível no canto inferior esquerdo da janela de exibição somente a partir do momento que você der um zoom e a imagem ocupar a tela toda. O resultado será parecido com o da imagem abaixo:
google earth escala

Para visualizar de uma maneira diferente a imagem que temos na apostila 2, página 12, clique aqui para baixar um pequeno arquivo. Depois de baixar, clique no arquivo.


É isso. Um abraço e bons estudos!

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Conteúdos para as provas de Geografia do 2º bimestre - Fundamental

13:30 Junior Lopes 0 Comentários

by xedos4


Conteúdos para as provas de Geografia do Ensino Fundamental - 2º bimestre


Clique aqui para acessar provas de Geografia, algumas com gabaritos.


6º Ano
  • Localização no espaço Geográfico (Apostila 1 - páginas 34 e 35)
  • Fusos horários (Apostila 1 - páginas 40, 41 e 42)
  • As representações cartográficas e as escalas (Apostila 2 - páginas 10 a 20)
Obs.: você precisará dos seus lápis de cor (somente vermelho e azul) para fazer esta prova. Lembre-se que não é possível emprestar materiais durante a prova.

A postagem abaixo pode dar uma força nos seus estudos para a prova:
Google Earth na aula de Geografia



7º Ano
  • A estrutura geológica e a forma do relevo brasileiro (Apostila 2 - páginas 4, 5 (exceto Saiba mais...), 7, 8, 12, 13 (exceto Vamos entender?))
  • Os tipos de clima do Brasil (Apostila 2 - Unidade 2)
Obs.: você precisará dos seus lápis de cor (somente vermelho e azul) para fazer esta prova. Lembre-se que não é possível emprestar materiais durante a prova.

A postagem abaixo pode dar uma força nos seus estudos para a prova:
Relevo - 7º Ano
Clima - 7º Ano

8º Ano
  • A América Anglo-Saxônica: os Estados Unidos da América e suas características socioeconômicas (Apostila 2 - Unidade 1)
As reportagens da postagem abaixo podem ajudá-lo a se preparar melhor para a prova:



9º Ano
  • Leste Asiático: Novos países industrializados (Apostila 2 - Unidade 1)



Estudem bastante e bom final de semana!


Clique aqui para acessar provas de Geografia, algumas com gabaritos.


-----
Fonte:
Imagem: xedos4

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Relevo - 7º Ano

13:30 Junior Lopes 1 Comentários

by Wikimedia Commons

Olá pessoal do 7º ano!

Apenas para complementar nossa aula da semana sobre relevo, segue uma lista de reprodução com dois vídeos sobre o assunto, basta clicar no link do youtube para assisti-los na sequência. Qualquer dúvida, comente esta postagem.



Abraço!

Postagem relacionada:
Clima - 7º ano

-----
Fonte:
Imagem: Wikimedia Commons

1 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Atividade 6º ano: Rota Casa - Escola

13:30 Junior Lopes 9 Comentários

atividade geografia rota

Olá pessoa do 6º ano!

Esta atividade é para o dia 19 de junho, ok?

Essa tarefa é para ser feita preferencialmente pelo computador. Se acaso você estiver sem conexão, pode fazer direto no caderno, seguindo as instruções que o professor passou durante a aula.
Para usar o computador, nós aprenderemos a utilizar o Google Maps para traçar uma rota da sua casa até o colégio, o que, na verdade, é bem simples, basta seguir os passos abaixo:
  • Acesse o Google Maps em uma outra janela ou clique aqui;
  • Se você visualizar o mapa como na figura abaixo, é preciso clicar na opção Mapa, no canto superior direito da janela de visualização;



  • Você deverá visualizar o mapa assim:
  • Agora, na barra de pesquisa, , digite seu endereço com nome da rua, número, cidade e estado (por exemplo: Av. Dr Vacyr Gonçalves Pereira, 342 - Sertanópolis - PR)
  • No resultado que aparecer, você clica em Rota
  • Agora apareceram dois campos: A, em branco e B, com o seu endereço. Clique no campo A e digite  o endereço do Colégio, que o professor já passou durante a aula
  • Agora clique no Botão logo a frente desses dois campos: 'Obter rota inversa', você terá algo assim:
  • Pronto, agora é só clicar em 'Como chegar' e a rota da sua casa até o colégio está traçada.
Para finalizar, é preciso imprimir o mapa. Para isso, clique no símbolo da impressora, logo abaixo da barra de pesquisa do Google Maps; na janela que se abrir selecione a opção 'Incluir mapa grande' e clique no botão Imprimir, no canto superior direito da tela; na janela que se abrir, clique novamente em Imprimir.

Se não conseguiu fazer a atividade pelo Google Maps, clique aqui para baixar um 'mapa' da cidade.

Ficou confuso? Basta comentar esta postagem com a sua dúvida, que eu responderei assim que possível.

Um abraço e até mais.


9 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Questão migratória nos EUA

14:00 Junior Lopes 0 Comentários

imigração eua

Imigração nos EUA

Este bimestre estamos estudando a América Anglo-saxônica no 8º ano e, na nossa última aula, aprendemos sobre a questão da imigração nos EUA com a ajuda de um simpático personagem, o José. Você pode conhecer a história completa do José clicando aqui, para acessar o site (em inglês) da Transience. Agora, se você quiser, também pode tentar ajudá-lo a chegar aos Estados Unidos no game abaixo. Depois de jogar, não deixe de conferir a música do grupo Mundo Livre S/A e os links para notícias logo abaixo do game.


Get Adobe Flash Player


Para pensar...

Letra e música Lourinha Americana, do grupo Mundo Livre S/A (preste atenção também ao que é falado durante a música e não está na letra)

Imigrantes são encontrados trancados no Texas

EUA lutam para derrubar lei anti-imigrantes

HowStuffWorks - Como funciona a imigração nos EUA

Cresce o número de mortos que tentam cruzar ilegalmente o deserto do Arizona*


*Eu sei que ficou estranho: mortos tentando atravessar o deserto do Arizona... e ilegalmente! Mas era essa a manchete. Se por acaso foi alterada, aí está um Print Screen do dia 09/06/2012:



 


0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Revolução de 1930 nas músicas

17:37 Junior Lopes 0 Comentários

Revolução 1930 Getúlio Vargas

A Revolução de 1930 rompeu a sequência de domínio oligárquico que controlou o país desde 1894, ao depôr o paulista Washington Luis, impedir Julio Prestes (outro paulista) de assumir a presidência do Brasil após vencer as eleições e levar ao poder o gaúcho Getúlio Vargas.
Hoje nosso objetivo não é aprofundarmos a discussão sobre o assunto, mas sim mostrar como a música esteve presente no desenrolar dos acontecimentos da Revolução de 30. Para isso, utilizaremos as informações e contextualizações feitas pelo jornalista e ex-ministro da Comunicação Social, Franklin Martins, em seu site Conexão Política que, infelizmente, não é mais atualizado.
As músicas são da, segundo algumas fontes, primeira dupla sertaneja do Brasil, Mandi e Sorocabinha. São cinco músicas e, na sequência, será apresentada uma contextualização extraída do site Conexão Política, acompanhada da música e da letra.
A postagem ficou muito extensa, então clique em 'mais informações', logo abaixo, para continuar lendo e ouvir as músicas.

Música 1: Paulista e Gaúcho
"Esta moda de viola provavelmente foi gravada em dezembro de 1929, poucos meses antes das eleições de março de 1930, vencidas pelo paulista Júlio Prestes e contestadas pela Revolução comandada pelo gaúcho Getulio Vargas.
Na música, cada um dos integrantes da dupla caipira assume o ponto de vista de um estado e critica o outro. O gaúcho tece elogios a Antônio Carlos, presidente de Minas, a Getulio, do Rio Grande do Sul, e ao estado da Paraíba, os três redutos da Aliança Liberal.
O paulista garante que Júlio Prestes será o novo presidente do Brasil e lembra que São Paulo é o estado mais rico do país, pois produz o “ouro verde”, o café.
“Paulista e gaúcho” é a primeira de uma série de cinco modas de viola da dupla, que contam a história das eleições e da revolução daquele ano. Ao acompanhá-las, pode-se perceber as mudanças nas posições políticas de Mandi e Sorocabinha – e, de certa forma, de boa parte do povo paulista."

“No Estado de São Paulo
O mundo inteiro é permitido
Viva o povo paulista
Trabalhou sem ser esquecido
     Laí, lá, lai
     Trabalhou sem ser esquecido
     Viva a pátria brasileira
     Viva o meu Brasil querido
Viva o Rio Grande do Sul
Viva a terra, pátria minha
Viva o Brasil inteiro
Viva o Estado de Minas
     Lá, lá, laiai
     Viva o Estado de Minas
     Viva o Antônio e o Getúlio
     Paraíba pequenina
Seu gaúcho mal-criado
Gaúcho, você é uma peste
Vá você plantar por mim(?)
Muito tempo não arrefece
     La, lá, laiai
     Muito tempo não arrefece
     Quase ganha minha boca
     Então que vá pro Júlio Prestes
Seu gaúcho destemido
(...) não se faz
Sou paulista que (...)
Um cabresto que vai dar
     Lai, lai, lai,lai
     Um cabresto que vai dar
     Esse louco vai ganhar
     Dia primeiro de março
Júlio Prestes é (...)
Júlio Prestes é competente
Júlio Prestes é caboclo forte,
É nosso novo presidente
     Laí, lá, lai
     É nosso novo presidente
     (...) pro Brasil inteiro
     São Paulo que está na frente
São Paulo, estado rico
Anda (...), não fica atrás
Quem mandou na votação
Quero vê quem pode mais
     Laí, lai, ai
     Quero vê quem pode mais
     É Paraíba e ouro verde
     E (...) Minas Gerais
(......................)
Gaúcho come carne de porco
Paulista colhe o café
E é o café que vale ouro
     Laí, lá, lai
     E é o café que vale ouro
     Dentro do Brasil inteiro
     Só cobre a metade do Tesouro
Ô paulista de uma figa
Tá dizendo burrada
Quem colhe o café em São Paulo
É você, italianada
     Lá, laaiai
     É você, italianada
     (..................)
     Paulista não serve pra nada
Os italiano aqui trabáia
Aqui é terra de dinheiro
Não é terra de revolução
Nem de povo desordeiro
     Laí, lá, lai
     Nem de povo desordeiro
Vou falar
Pra ........O mundo inteiro
     Ouvindo tiro de Canhão
     Metralhadora pipocando
Olai, ai
Metralhadora pipocando
...............
Mês de março está chegando
     Fazer bagunça
     ...........Nome do mineiro
Nome verdadeiro
     Olai, ilá
     Que dá nome verdadeiro
     Paulista é .............
     Não tem medo de guerreiro
Paulista não é de nada
     Medo de assombração
     Olai, ilai


Musica 2: Tempo ruim
"A música, lançada em maio de 1930, provavelmente foi composta antes de março, quando foram realizadas as eleições presidenciais vencidas por Julio Prestes e contestadas por Getulio Vargas e a Aliança Liberal, pois há na letra menção ao fato de Getulio dizer que venceria a disputa.
A moda de viola faz parte de uma série em que a dupla acompanha em tempo real a agitação política e as reviravoltas do período. Como os tempos estavam confusos e os preços disparavam, a música tem um certo tom nostálgico. Sente saudades até da monarquia."

“O nosso tempo tá ruim
Em tudo eu não acho jeito
Sempre mudar de governo,
Sempre mudar de prefeito
É coisa que eu não compreendo
E eu não posso achar direito, aaai
     Foi depois da Monarquia
     Que houve complicação
     Agora com a República
     Tudo vai por votação
     E a gente que não vota
     Diz que não é cidadão, aaai
Todas as coisas ficou caro
Bem depressa, num instante
Alembro e tenho sôdade
Daquele tempo distante
Eu tinha quatro vintém
Mas valia que nem diamante, aaai
     Eu pegava em dez mil reis
     E surtia a minha casa
     Pagava tudo vendeiro
     E nada eu atrasava
     Quando era fim da semana
     Mantimento sobejava, aaai
Hoje eu pego em vinte mil réis
Vou na vila, fico besta
Eu gasto tudo os meus vinte
A compra cabe na cesta
Não sobra nem dez tostão
Pra mim comprar uma chupeta, aaai
     Pois olha minha mulher
     Vim pensando pro caminho
     Pra comprar a mamadeira
     Não sobrou nem um pouquinho
     Dê de mamar pro pequeno
     Agrade o nosso filhinho, aaai
Mulher passa a preguntar
Se eu ouvi falar da eleição
E eu passo a contar
Tá feia a situação
O Vargas disse que ganha
Eu não sei se ganha ou não, aaai
     Pois olha minha mulher
     Na vila a coisa tá feia
     Se falar mal do governo
     Põe a gente na cadeia
     E depois da carceragem
     Não se tem pataca e meia, aaai”

Música 3: Depois das eleições
"Embora tenha sido lançada em novembro, essa moda de viola certamente foi composta meses antes, pois dá conta do inconformismo da Aliança Liberal com o resultado das eleições realizadas em março, mas ainda não faz referência à Revolução deflagrada em outubro. Mas está claro que o cheiro da revolta já está no ar.
A dupla caipira paulista conta a história como era vista, então, por São Paulo: Júlio Prestes ganhara no voto, mas Getulio Vargas, candidato da Aliança Liberal, queria se impor na marra. Apesar disso, dois versos deixam claro que a situação política era incerta e que Mandi e Sorocabinha não apostavam todas as fichas num lado só: “Mas o que o povo quer é um governo bão / Que acabe com a crise e melhore a situação”. O Antônio Carlos citado na música, que teria garantido um milhão de votos à oposição, era o presidente de Minas Gerais."

“Dia 1o de março, dia de barulhão,
Foi no Brasil inteiro, foi dia de eleição
Pra escolher o presidente da Federação
Correu tudo direito, sem atrapalhação
     Tinha dois candidatos pro governo da União
     Candidato do governo, candidato da oposição
     Mas os dois merecia, são dois bons cidadão
     É a força do eleitorado que faz a contação
Os estado do Brasil fizeram combinação
Da Aliança Liberal fizeram um galardão
E o Antonio Carlos prometeu um milhão
Houve grande diferença, pois não foi na apuração
     Julio Prestes ganhou à força da votação
     Querem impor o tal Getulio com a revolução
     Mas o que o povo quer é um governo bão
     É que acabe com a crise e melhore situação
O que não achei bonito, parece uma traição
Não sei se eu falo certo ou se falo sem razão
Pros chefes liberá, depressa deu a mão
Por conta do governo, como quem pede perdão
     Julio Prestes de Albuquerque, homem de bom coração
     Largou o Rio de Janeiro na primeira ocasião
     Oferece(?) anistia sem nenhuma restrição
     Com tal de harmonia governe a Nação”


Música 4: Rebentou a revolução
"Nesta moda de viola, Mandi e Sorocabinha, que em “Depois das eleições”, gravada meses antes, ainda estavam com Júlio Prestes, já estão embarcados no trem da Revolução de 30 – “uma bonita combinação” contra “Washington Luís, brasileiro mais turrão”.
Falam sobre a batalha de Itararé, em que iriam se enfrentar as tropas revoltosas, vindas do Sul, e as forças legalistas, mas que terminou não ocorrendo, pois, com a deposição do presidente no Rio pelos ministros militares, veio a ordem para “cessar a mobilização”. E então, “gaúcho e paulista choraram de emoção/ Acabou-se a inimizade, acabou-se a desunião”. Dias depois, abortando a manobra dos ministros militares, que ainda tentaram permanecer no poder, Getulio Vargas chegaria ao Rio, assumindo o comando do Governo Revolucionário."

“No dia 3 de outubro rebentou a revolução
Foi uma coisa bem feita, uma bonita combinação
Em Minas e no Rio Grande e em outros pontos da Nação
O exército se alevantou com as suas armas na mão
Contra o Washington Luiz, brasileiro mais turrão.
     Não houve quem não sentisse essa grande aspiração
     Pois a nossa família sofreu tanta aflição
     E, valei, os generais compreenderam a situação
     Pro governo federal mandaram uma intimação
     Não saíssem com a renúncia, saía com a deposição
O exército revoltoso em Itararé fazia pressão
O exército legalista defendia a invasão
Muito, muito contrariado cumpria essa obrigação
O exército legalista tinha muita munição
Mas tinha pouca vontade de matar o próprio irmão
     E que fuzilaria se travou lá no Varjão
     Metralhadora pipocava, ronco surdo de canhão
     Tudo isso misturado parecia um trovão
     No meio do tiroteio, gritos, xingos, reclamação
     Eu também sou brasileiro, falava com dor no chão.
Chegou um telegrama cessando a mobilização
Gaúcho e paulista choraram de comoção
Acabou-se a inimizade, acabou-se a desunião
Foi deposto o presidente, acabou-se a perseguição
E viva o Brasil novo, terra do meu coração”.


Música 5: Isidoro já vortô
"Com a vitória da Revolução de 30, o general Isidoro Dias Lopes, chefe da Revolução de 1924, em São Paulo, pôde retornar da Argentina, onde estivera exilado desde 1925. Isidoro era uma figura lendária entre os paulistas e uma espécie de irmão mais velho dos “tenentes”, que lhe deram o título de “Marechal da Revolução”.
Diferentemente de Luiz Carlos Prestes, que se recusou a apoiar a Revolução de 30, Isidoro somou-se ao movimento, chegando a ser cogitado para ser seu chefe militar, cargo finalmente ocupado pelo general Góes Monteiro. Com a vitória do movimento, em outubro, assumiu o comando da 2a Região Militar, sediada em São Paulo, mas logo se atritou com Vargas.
Em 1931, depois de criticar o interventor federal João Alberto e o comandante da Força Pública, Miguel Costa, Isidoro foi substituído no comando da 2ª RM, tendo recusado convite para ser interventor no Estado do Rio. Passou a pregar a volta do país ao regime constitucional, participando da Revolução Constitucionalista de 1932, em São Paulo. Com a derrota do movimento, foi deportado para Portugal, retornando ao Brasil em 1934, anistiado.
Nesta moda de viola, Mandi e Sorocabinha já estão francamente ao lado dos revolucionários de 30. O apoio à República Velha ficou para trás: afinal “todo bezerro véio tem mesmo que desmamar”. Washington Luís é tachado de turrão e Júlio Prestes chamado a ressarcir os cofres públicos pelas despesas da viagem que, como presidente eleito, fizera ao exterior. O general Tasso Fragoso, citado na composição, chefiou a Junta Provisória que prendeu Washington Luís, a 24 de outubro, e negociou a entrega do poder a Vargas."

“Da grande Revolução eu também quero falar
O nosso grande Brasil agora vai endireitar
É o Getulio Vargas que agora vai governar
O Getulio foi eleito pelo Partido Liberá
Todo bezerro véio tem mesmo que desmamar
     Com o novo governo esperamos ser feliz
     Não é mais o Julinho e nem o senhor Washington Luís
     Que já fez o abandono do nosso rico país
     Fazendo e desfazendo o que dava no nariz
     O que é (........) e foi tombado não pico nem a raiz.
24 de outubro foi um dia glorioso
Nós tem que agradecer pro exército revoltoso
E pros grandes generás como é Tasso Fragoso
O exército é valente, o exército é corajoso
(........) tomou o Catete e prenderam o orgulhoso
     Isidoro Dias Lopes prometeu, ai, de voltar
     Falou pro povo paulista que podia esperar
     Que ele voltava mesmo, e que custe o que custar
     Agora tá em São Paulo lá no quartel generá
     Já cumpriu sua palavra, pode agora descansar
O turrão do Washington Luís foi custoso de arriar
Pra deixar o governo que alguns não quer afinar
Mais cedo ou mais tarde, ele tinha que pagar
Os gasto da eleição, ele tem que ajudá
Se não tiver dinheiro, coitado, vai passar má
     E o Julinho Prestes que ele há de confessar
     Pela razão ou pela força ele queria governar
     Agora tem uma continha aqui para ele nos pagar
     É dinheiro que gastou quando ele foi passear
     É dinheiro do povo que custou muito ganhar”


Aproveite também para saber mais sobre a Revolução de 30 no próprio site de Franklin Martins, clicando aqui.






-----
Fonte:
Imagem:
Wikimedia Commons

Textos:
Conexão Política
     1
     2
     3
     4
     5

Músicas:
Mandi e Sorocabinha in Sound Cloud

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Minha Cidade Ontem e Hoje - Outras visualizações

16:15 Junior Lopes 0 Comentários

sertanópolis projeto educacional

Novas visualizações para o projeto Minha Cidade Ontem e Hoje

Para finalizar os trabalhos do projeto 'Minha Cidade Ontem e Hoje', seguem abaixo links para visualizações somente das imagens, sem os textos:






0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!