Propaganda Folha de S. Paulo - Presidentes do Brasil + Atividade

09:30 Junior Lopes 0 Comentários

Comercial Folha de S. Paulo - Presidentes do Brasil


Em menos de dois minutos, de forma irreverente, este comercial da Folha de S. Paulo traça um perfil da história recente do Brasil

Comercial - Folha de S. Paulo

Presidentes do Brasil


Comercial do Jornal Folha de S. Paulo faz um apanhado da História do Brasil, citando, de forma irreverente, os presidentes a partir de Getúlio Vargas até Fernando Henrique Cardoso.
Geralmente quando os alunos do Ensino Médio veem o conteúdo sobre os últimos presidentes do Brasil, já estamos bem próximos do final do ano, então uma atividade bem leve é sempre bem vinda.
Depois de encerrarmos os últimos presidentes ou, neste caso, após o governo de Fernando Henrique Cardoso, discutimos as questões atuais e, para fixar de forma bem fácil, passo esse comercial da Folha de S. Paulo e, na sequência, cobro uma atividade que não passa de uma interpretação básica do vídeo.


A receptividade dos alunos ao vídeo e à atividade é sempre satisfatória.

Você pode clicar aqui para fazer download da atividade. As respostas estão logo abaixo do vídeo ao final desta postagem.

Clicando aqui você tem acesso a outro comercial da Folha de S. Paulo relacionado ao conteúdo de História Geral.



Assista o comercial da Folha de S. Paulo



Respostas para a atividade.

  1. Getúlio Vargas
  2. Café Filho
  3. Juscelino Kubitschek
  4. Jânio Quadros
  5. João Goulart
  6. Castelo Branco, Costa e Silva, Médici, Geisel e Figueiredo (desconsideramos a Junta Governativa Militar de 1969.
  7. Tancredo Neves
  8. José Sarney
  9. Fernando Collor
  10. Itamar Franco
  11. Fernando Henrique Cardoso
  12. Aproximadamente 1997, já que o comercial faz referência à possibilidade de reeleição de Fernando Henrique Cardoso.




0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Parque Estadual Mata dos Godoy

13:30 Junior Lopes 2 Comentários

Mata dos Godoy
Placa de abertura à visitação pública da Mata dos Godoy


Parque Estadual Mata dos Godoy

Uma das últimas reservas naturais de mata nativa do Norte do Paraná

O Parque é uma ótima opção para atividades de campo ou para uma visita de lazer. Localizado a aproximadamente quinze quilômetros do centro de Londrina, representa o que restou de mata original, na verdade, o pouco que conseguiu resistir ao rápido desenvolvimento da região. Até 1989 a área do parque fazia parte da Fazenda Santa Helena, da família Godoy.
Segundo o site do IAP, a Mata dos Godoy é um dos mais importantes e conservados remanescentes de Mata Atlântica no Norte do Paraná. Para ser mais preciso, um remanescente de Floresta Estacional Semidecidual, que é, segundo o site Ambiente Brasil, um "tipo de vegetação que está condicionado pela dupla estacionalidade climática: uma tropical, com época de intensas chuvas de verão seguidas por estiagens acentuadas; e outra subtropical, sem período seco, mas com seca fisiológica provocada pelo intenso frio de inverno, com temperaturas médias inferiores a 15°C. É constituída por fanerófitos com gemas foliares protegidas da seca por escamas (catáfilos ou pêlos), tendo folhas adultas esclerófilas ou membranáceas deciduais. Em tal tipo de vegetação, a porcentagem das árvores caducifólias, no conjunto florestal e não das espécies que perdem as folhas individualmente, é de 20 e 50%. Nas áreas tropicais, é composta por mesofanerófitos que revestem, em geral, solos areníticos distróficos. Já nas áreas subtropicais, é composta por macrofanerófitos, pois revestem solos basálticos eutróficos".

A Mata dos Godoy é uma Unidade de Conservação controlada pelo IAP e abriga, segundo o próprio instituto, sessenta e cinco espécies de mamíferos e duzentos e oitenta e duas espécies de aves. Muitos desses animais e também inúmeras espécies de plantas estão ameaçados de extinção e são ameaçados pela ação desordenada do homem.


A visita que os alunos do Ensino Médio do Colégio Construindo o Saber fizeram ao parque foi organizada pelo professor Anderson, de Geografia e pela coordenadora Ana Paula.

Clique aqui para acessar a página da Mata dos Godoy no site do IAP.


Confira abaixo as fotos que foram tiradas no passeio que fizemos pela trilha.





Licença Creative Commons
Este blog foi licenciado sob uma Licença
 Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada. 
Clique na imagem para saber mais.

2 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Prova e gabarito da Prova de História do 9º ano

09:30 Junior Lopes 1 Comentários


Prova de História do 6º ano - 4º bimestre
Prova de História - 9º ano - 4º bimestre

Prova e gabarito de História

9º ano - 4º bimestre




Para outras provas de História,  clique nos links abaixo:


Gabarito

1. O aluno deve focar no contexto da guerra fria. A resposta pode citar o interesse americano em manter aliados capitalistas; a repulsa ao socialismo; as crises econômicas que atingiam os países latino americanos; a necessidade de industrialização.

2. C

3. No Brasil a ditadura militar ocorreu por meio do golpe de 1964. O aluno deve focar nos motivos que levaram a tal fato, evidenciando o processo industrial pelo qual vinha passando desde Getúlio Vargas, mas principalmente com Juscelino Kubitschek; o curto governo de Jânio Quadros; a implantação do parlamentarismo quando João Goulart, vice de Jânio, assumiria o cargo de presidente; as ideias de reformas de base de João Goulart e finalmente o golpe.

4. O aluno deve demonstrar que percebeu a forte presença da censura durante a ditadura militar no Brasil, que ocorreu no meio político e também no meio cultural, proibindo ou 'mutilando' obras artísticas, mas também que isso não impediu que a produção acontecesse. Como exemplos podem ser citados os artistas que comentamos em sala, como Chico Buarque, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Darcy Ribeiro, Rubem Fonseca.

5. O aluno deve enfatizar a política econômica adotada no período da ditadura militar, marcada por um grande crescimento econômico, principalmente no governo Médici, baseada na a entrada de capital estrangeiro, no rígido controle salarial, no pesado investimento em infraestrutura. Tudo resultando em aumento da concentração de renda e da pobreza. O 'milagre' chega ao fim nos primeiros anos da década de 1970, principalmente com a crise do petróleo, a diminuição no crescimento e os enormes déficits.

6. B

7. A

8.
(2)
(4)
(1)
(3)
(5)

9. ARENA e MDB.

10. a) Permitia a liberdade aos presos políticos e a volta dos exilados, com seus direitos políticos retomados.
b) Emenda constitucional proposta pelo deputado federal Dante de Oliveira, que previa eleições diretas para presidente do Brasil que, no entanto, não foi aprovada.
c) Movimento organizado pelas oposições ao regime ditatorial e que apoiava a emenda Dante de Oliveira. Contou com representantes de diversos setores da sociedade e perdeu o sentido com a derrota da emenda Dante de Oliviera.

11. C

12. José Sarney



Para outras provas de História,  clique nos links abaixo:

1 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Prova e gabarito da Prova de História do 8º ano

09:30 Junior Lopes 0 Comentários


Prova de História do 6º ano - 4º bimestre
Prova de História - 8º ano - 4º bimestre

Prova e gabarito de História

8º ano - 4º bimestre




Para outras provas de História,  clique nos links abaixo:



Gabarito

1. Tendo por base os trabalhos que fizemos durante o bimetre, o aluno deve optar entre os processos de unificação da Alemanha e da Itália.

2. Passo quatro.

3. D

4. A

5. Os motivos estão diretamente ligados aos modelos econômicos adotados pelos colonizadores. Podemos citar a questão da mão de obra: o Norte tinha como base a mão de obra livre, enquanto o Sul baseava-se na mão de obra escrava. Houve também a questão das políticas alfandegárias. Enquanto o Norte defendia uma liberdade cambial, com abertura às importações de manufaturas, o Sul  tentava impedir a entrada de produtos industrializados.

6. a) Norte: mão de obra livre; Sul: escravista.

7. a) O Norte manteve seu fluxo industrializante, explorando fortemente sua matéria-prima e aproveitando ao máximo a produção agrícola do Sul; houve investimentos na malha ferroviária e na navegação fluvial, favorecendo a integração não só Norte-Sul, mas também Leste-Oeste; fortalecimento do sistema financeiro e bancário nacional; consolidação do dólar como moeda única nacional.

8. A



Para outras provas de História,  clique nos links abaixo:



0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Prova e gabarito da Prova de História do 7º ano

09:30 Junior Lopes 0 Comentários


Prova de História do 6º ano - 4º bimestre
Prova de História - 7º ano - 4º bimestre

Prova e gabarito de História

7º ano - 4º bimestre




Para outras provas de História,  clique nos links abaixo:



Gabarito

1. União Ibérica foi a união de dois reinos sob o domínio de um único rei. Após a morte do rei D. Sebastião na batalha de Alcácer-Quibir, Portugal ficou sem herdeiro na sucessão do trono e passou a ser governado pelos reis da Espanha, os Habsburgos.

2. B

3. O conde Maurício de Nassau recebeu a incumbência de administrar o território conhecido como Brasil Holandês. Destacou-se por ter uma administração diferenciada, investindo no desenvolvimento da região, permitindo a liberdade religiosa e tendo bons relacionamentos com os produtores nordestinos. Ao ser afastado de suas funções pela Companhia das Índias Ocidentais, seus sucessores não tinham a mesma visão administrativa que Nassau e passaram, entre outras coisas, a cobrar dívidas atrasadas, desagradando os produtores e levando a população do Nordeste à revolta.

4. E

5. O tempo de dominação no Brasil, permitiu à Companhia das Índias Ocidentais ter um melhor domínio sobre a produção açucareira, possibilitando-lhes desenvolver uma produção eficiente nas Antilhas, que fará forte concorrência ao açúcar brasileiro, levando, juntamente com outros fatores, o Nordeste brasileiro à crise econômica.

6. Mineração

7.
a) Stuart
b) Jaime I e Carlos I
c) Os reis da dinastia Stuart tinham constantes desentendimentos com o parlamento, por questões religiosas e políticas, levando-os ao conflito.
d) Oliver Cromwell, responsável pelo Ato de Navegação.
e) Foi a volta da monarquia e da dinastia Stuart ao poder após a renúncia de Ricardo Cromwell.
f) Foi quando, por motivos religiosos e políticos, o parlamento inglês oferece o trono a Guilherme de Orange, que assume sob o poder da Declaração dos Direitos ("o rei reina mas não governa").
g) Fim do absolutismo inglês e consolidação da burguesia.



Para outras provas de História,  clique nos links abaixo:


0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Prova e gabarito da Prova de História do 6º ano

09:30 Junior Lopes 0 Comentários

Prova de História do 6º ano - 4º bimestre
Prova de História - 6º ano - 4º bimestre

Prova e gabarito de História

6º ano - 4º bimestre



Para outras provas de História,  clique nos links abaixo:



Gabarito

1. O aluno deve demonstrar que compreendeu os problemas relacionados à expansão do império romano, como ameaças de povos vizinhos, privilégios mantidos à população de Roma, aumento exagerado de impostos, crise de mão de obra.

2. C

3. B

4.
Merovíngia / Clóvis
Carolíngia / Carlos Magno

5a) Os romanos se referiam aos bárbaros como sendo qualquer povo que habitava fora dos domínios de Roma, com cultura, língua e hábitos diferentes.

5b) Fase pacífica: Principalmente até o século III as relações dos romanos com os bárbaros, vizinhos ao norte do Império Romano, foi geralmente pacífica, sendo marcada pelo convívio entre os povos.

Fase violenta: Marcada pelos ataques dos povos do norte, que em alguns momentos eram impulsionados pelo avanço dos hunos.

6a) "Seus cidadãos, que haviam pago um resgate, entregando tudo o que tinham de ouro e prata".

6b) "Roma morreu de fome antes de ser destruída.  Em sua fome desesperada os romanos chegaram a comer até carne humana."

7a) Porque estavam mais preocupados com os prazeres que o dinheiro e o poder lhes proporcionava, deixando a administração em segundo plano.

7b) Prefeitos de Palácio.

7c) Nós vimos apenas Carlos Martel e Pepino, o Breve.

8) A

9)
(V)
(V)
(V)
(V)
(F)



Para outras provas de História,  clique nos links abaixo:

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Semana Cultural

13:30 Junior Lopes 2 Comentários

Semana Cultural
Os alunos do 7º C pegaram no pesado...

Semana Cultural

Temas ligados à ecologia


Os alunos do 7º C do Colégio Lúcia Barros Lisboa finalizaram a Semana Cultural de 2012 plantando mudas de árvores no espaço do colégio. As mudas foram distribuídas aos alunos durante a semana e algumas delas foram deixadas para finalizar as atividades da turma.
A primeira parte do projeto foi a confecção de maquetes sobre o aquecimento global, com ótimos resultados, tanto para a integração da turma como para o desenvolvimento do tema proposto.
A segunda parte foi justamente voltada para despertar as atenções a respeito da arborização do espaço em que vivemos, por isso foram distribuídas algumas mudas e plantamos outras no colégio.

A turma participou ativamente de todas as etapas do trabalho. Estão de parabéns! Confira no final desta postagem:

Clique aqui para conferir a maquete feita pelos alunos, que tinha até poluição.





2 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Game - Presidentes ditatoriais

13:30 Junior Lopes 0 Comentários

Games - Presidentes - Ditadura Militar
Aprenda de forma light...

Presidentes da ditadura militar

Jogo do Guia do Estudante sobre os presidentes da ditadura militar no Brasil


O vestibular está próximo e você fica apavorado cada vez pensa em História?

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Maquete - Aquecimento Global

09:30 Junior Lopes 5 Comentários

Maquete Aquecimento Global
Maquete simulando a emissão de gases poluentes

Maquete

Aquecimento Global


Para a Semana Cultural no Colégio Estadual Lucia Barros Lisboa, em Londrina, o 7º ano 'C' ficou responsável pelo tema "Aquecimento Global". Com a dica do blog Clube de Ciências, do Professor Robério, fizemos uma simulação da emissão de gases poluentes na atmosfera. A emissão de gases como dióxido de carbono (CO2), metano (CH4) e óxido nitroso (N2O), resultante principalmente da ação humana, contribui para reter o calor da radiação solar e provocar um aquecimento global além daquele considerado natural para a vida na Terra.


A maquete ilustrando o aquecimento global foi parte de uma maquete maior que representava uma cidade. Devido ao tempo escasso, as maquetes foram feitas sem a utilização de nenhuma escala.
Seguindo as orientações do blog do Professor Robério, os alunos fizeram o seguinte:

  • criaram a maquete de uma indústria no interior de uma caixa de vidro (para a confecção dos prédios foram utilizadas caixas de remédios, rolos de papelão - como os encontrados em rolos de guardanapos, e para a 'chaminé' que seria a principal poluente, foi utilizada uma embalagem de batatas fritas do tipo tubo. Apesar do interior desta embalagem ser revestida de alumínio, colocamos uma camada extra de papel alumínio no interior, para evitar que a embalagem fosse queimada.
  • Para fazer a fumaça, utilizamos dois ou três pedaços daqueles espirais utilizados para espantar pernilongos, acesos, no interior da 'chaminé'.
  • Para criar o efeito de 'poluição' foi necessário utilizar filme plástico (daqueles utilizados nas cozinhas para embalar alimentos) para cobrir a caixa de vidro, deixando alguns furos (fizemos quatro) feitos com caneta, para garantir que os espirais não se apagassem.
Espiral
Espiral repelente de insetos

Feito isso, foi só esperar a maquete ficar 'poluída'.

Maquete - Aquecimento Global
Em quinze minutos a poluição tomou conta da maquete

É importante fazer uma observação:
os espirais deixam um cheiro muito forte, é aconselhável que sejam substituídos por incensos
ou que a maquete seja montada em um espaço aberto.


Paralelamente à maquete, foram distribuídas algumas mudas de árvores para que os alunos plantassem em casa ou algum outro local adequado. As mudas que sobraram serão plantadas na escola.

Clique aqui para ver a atividade e as fotos da finalização da Semana Cultural, na qual os alunos plantaram mudas de árvores no colégio.
Os alunos se envolveram muito com o projeto e a dedicação de todos rendeu resultados gratificantes.

Abaixo você pode conferir como ficou a maquete.


Confira as fotos:

5 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Conteúdo para as provas de História do 4º bimestre

13:30 Junior Lopes 0 Comentários

Provas de História - 4º bimestre

Conteúdo para as provas de História

Provas do 4º bimestre - Ensino Fundamental

Provas a serem realizadas no dia 25/10/2012


Clique aqui para acessar mais provas de História, algumas com gabaritos.


6º ano
Os reinos bárbaros (apostila 4 - unidade 1)


7º ano
O Iluminismo e a Independência dos EUA (apostila 4 - unidade 1)
Conteúdo atualizado:
As invasões holandesas (apostila 3 - unidade 3)
O absolutismo na Inglaterra (apostila 3 - unidade 4 - páginas 43, 44, 45 e 46)


8º ano
Unificação tardia: Alemanha e Itália (apostila 4 - unidade 1)
A guerra de Secessão nos EUA (apostila 4 - unidade 2)


9º ano
A ditadura militar no Brasil (apostila 4 - unidade 1)



Clique aqui para acessar provas de História, algumas com gabaritos.




0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Música na aula - Caboclo na cidade

13:30 Junior Lopes 0 Comentários

Caipira picando fumo
Caipira picando fumo - Óleo sobre tela - Almeida Junior, 1893


Terceira de três postagens com músicas para serem trabalhadas em Geografia. 

Caboclo na cidade

Chitãozinho & Xororó


Terceira postagem, de uma série de três, para serem utilizadas em Geografia, ao trabalhar a sub-região nordestina do Sertão. No caso desta música especificamente, não é tratada a questão do nordestino, mas sim o migrante da região Sudeste, com o objetivo de mostrar aos alunos que o processo migratório ocorre em outras regiões além do Nordeste.
Clique no título das músicas abaixo para acessar as postagens correspondentes.
  • Chover
    • primeira música apresentada, que retrata a questão da chuva no Sertão.
  • Lamento Sertanejo
    • apresentada nesta postagem e trata a situação do sertanejo na cidade  
  • Caboclo na cidade
    • utilizada para mostrar aos alunos que as migrações também acontecem em outras regiões.

Boa aula!


Letra da música Caboclo na Cidade, de Dino Franco e Nhô Chico, interpretada por Chitãozinho & Xororó.


Seu moço eu já fui roceiro
No triângulo mineiro
Onde eu tinha o meu ranchinho.

Eu tinha uma vida boa
Com a Isabel minha patroa
E quatro barrigudinhos.

Eu tinha dois bois carreiros
Muito porco no chiqueiro
E um cavalo bom, arriado.

Espingarda cartucheira
Quatorze vacas leiteiras
E um arrozal no banhado.

Na cidade eu só ia
A cada quinze ou vinte dias
Para vender queijo na feira.

No demais estava folgado
Todo dia era feriado
Pescava a semana inteira.

Já faz mais de doze anos
Que eu aqui estou morando
Como eu vivo arrependido.

Não me dou com essa gente
Tudo aqui é diferente
Vivo muito aborrecido.

Não ganho nem pra comer
Já não sei o que fazer
Estou ficando quase louco.

É só luxo e vaidade
Penso até que a cidade
Não é lugar de caboclo.

Até mesmo a minha velha
Já está mudando de idéia
Veja só como passeia.

Vai tomar banho de praia
Está usando mini-saia
E arrancando a sobrancelha.

Nem comigo se incomoda
Quer saber de andar na moda
Com as unhas todas vermelhas.

Depois que ficou madura
Começou a usar pintura
Credo em cruz que coisa feia.


Minha filha Sebastiana
Que sempre foi tão bacana
Me dá pena da coitada.

Namorou um cabeludo
Que dizia Ter de tudo
Mas foi ver não tinha nada.

Se mandou para outras bandas
Ninguém sabe onde ele anda
Minha filha está abandonada.

Como dói meu coração
Ver a sua situação
Nem solteira e nem casada.

Voltar "pra" Minas Gerais
Sei que agora não dá mais
Acabou o meu dinheiro.

Que saudade da palhoça
Eu sonho com a minha roça
No triângulo mineiro.

Eu não sei como se deu isso
Resolvi vender o sítio
Para vir morar na cidade.

Seu moço naquele dia
Eu vendi minha família
E a minha felicidade!


Ouça a música:
Musicas para ouvir online




Assista o vídeo no YouTube:




0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Unidades Federativas do Brasil: Distrito Federal

23:17 Junior Lopes 0 Comentários

Palácio do Congresso Nacional
Palácio do Congresso Nacional

Distrito Federal

Série de postagens 'Unidades Federativas do Brasil' traz hoje informações diversas sobre o Distrito Federal


Agora que veremos o governo do presidente Juscelino Kubitschek, ou apenas JK, é inevitável que falemos sobre a construção de Brasília, projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer (clique aqui para saber mais sobre ele).
Durante nossas aulas assistimos um documentário sobre a construção de Brasília (que está disponível ao final desta postagem), que já nos trouxe a maioria das informações que precisamos, mas ainda assim é importante que façamos apenas algumas observações complementares:

  • O Distrito Federal é uma das 27 Unidades Federativas do Brasil.
  • O Art. 32 da nossa atual Constituição veda a divisão do Distrito Federal em municípios.
  • O Distrito Federal é dividido em Regiões Administrativas, das quais a principal é Brasília.
  • Brasília é sede de governo do Distrito Federal.
  • Brasília é a capital federal do Brasil.
  • A sigla do Distrito Federal é DF.
  • O Distrito Federal está localizado na região Centro-Oeste.
  • Ao contrário das outras Unidades Federativas, o DF não tem uma Constituição Estadual e sim uma Lei Orgânica.
  • O DF não tem uma Assembleia Legislativa e sim uma Câmara Legislativa.
  • É claro que o DF também não tem deputados estaduais e sim deputados distritais.
  • O DF tem competências de estado e de município.
  • O chefe do poder executivo é um governador (atualmente - 2012 - Agnelo Queiroz).
  • Bandeira:
Bandeira - DF

  • Brasão





Hino do Distrito Federal e de Brasília

Ouça e faça download:
 


Letra:

Todo o Brasil vibrou
e nova luz brilhou
quando Brasília fez maior a sua glória
com esperança e fé
era o gigante em pé.
vendo raiar outra alvorada em sua História

Com Brasília no coração
epopéia surgir do chão
o candango sorri feliz
símbolo da força de um país!

Capital de um Brasil audaz
bom na luta e melhor na paz
salve o povo que assim te quis
símbolo da força de um país!




Assista ao documentário Brasília: a construção de um sonho, disponível no YouTube

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Música na aula - Lamento Sertanejo

13:00 Junior Lopes 0 Comentários

Sertão nordestino
Sertão nordestino
Segunda de três postagens com músicas para serem trabalhadas em Geografia. 

Lamento Sertanejo

Gilberto Gil


Segunda postagem, de uma série de três, para serem utilizadas em Geografia, ao trabalhar a sub-região nordestina do Sertão. Clique no título das músicas abaixo para acessar as postagens correspondentes.
  • Chover
    • primeira música apresentada, que retrata a questão da chuva no Sertão.
  • Lamento Sertanejo
    • apresentada nesta postagem e trata a situação do sertanejo na cidade  
  • Caboclo na cidade
    • utilizada para mostrar aos alunos que as migrações também acontecem em outras regiões.

Boa aula!


Letra da música Lamento Sertanejo, de Gilberto Gil e Dominguinhos, interpretada por Gilberto Gil.


Por ser de lá
Do sertão, lá do cerrado
Lá do interior do mato
Da caatinga do roçado.
Eu quase não saio
Eu quase não tenho amigos
Eu quase que não consigo
Ficar na cidade sem viver contrariado.

Por ser de lá
Na certa por isso mesmo
Não gosto de cama mole
Não sei comer sem torresmo.
Eu quase não falo
Eu quase não sei de nada
Sou como rês desgarrada
Nessa multidão boiada caminhando a esmo.


Ouça a música:
Musicas para ouvir online


Vídeo no YouTube:






0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

A Quebra da Bolsa de Nova Iorque

16:00 Junior Lopes 0 Comentários

Quebra da Bolsa de Nova Iorque
Multidão em frente a um banco durante a Grande Depressão nos EUA

Quebra da Bolsa de Nova Iorque

Documentário mostra os períodos que antecederam e sucederam a quebra da Bolsa de Nova Iorque em 1929

No final do bimestre passado estudamos o período entre o final da Primeira Guerra Mundial e o início da Segunda Guerra Mundial, com destaque para a crise do capitalismo e o surgimento do nazifascismo.
A lista de reprodução que se segue ilustra bem a crise do capitalismo com base na Quebra da Bolsa de Nova Iorque. São cinquenta minutos, divididos em dois vídeos, que mostram todo a euforia dos anos posteriores à Primeira Guerra Mundial (quando os EUA despontaram como grande potência industrializada), passando pelos motivos que levaram à quebra da Bolsa de Nova Iorque em 1929, finalizando com o período que a sucedeu, que ficou conhecido como Grande Depressão.



0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Música na aula - Chover (ou invocação para um dia líquido)

13:30 Junior Lopes 0 Comentários

Caatinga
Vegetação de Caatinga no Sertão nordestino

Música interpretada pelo grupo Cordel do Fogo Encantado, que pode ser utilizada na disciplina de Geografia para trabalhar a região Nordeste, sub-região Sertão.

Chover (ou invocação para um dia líquido)

Cordel do Fogo Encantado

Ao trabalhar a região Nordeste do Brasil, a sub-região Sertão é a que primeiro chama a atenção dos alunos, seja pela questão da seca que castiga, seja pela singularidade da vegetação. Por isso mesmo, sempre deixo o Sertão como última sub-região a ser trabalhada, segurando a curiosidade dos alunos até o final. Após conhecermos e analisarmos cada uma das sub-regiões do Nordeste (Zona da Mata, Agreste, Sertão e Meio Norte) e discutirmos sobre as características físicas, sociais e econômicas, é hora de partirmos para as atividades em sala.
Como complemento às atividades, a música é sempre bem recebida pelos alunos. Para este conteúdo, geralmente trabalhamos com três músicas, que serão apresentadas em postagens distintas (clique no título da música para acessar a postagem):
  • Chover
    • que veremos nesta postagem e retrata a questão da chuva no Sertão
  • Lamento Sertanejo
    • que trata a situação do sertanejo na cidade  
  • Caboclo na cidade
    • utilizada para mostrar aos alunos que as migrações também acontecem em outras regiões.
Antes de apresentar a música para os alunos, é interessante comentar que o grupo Cordel do Fogo Encantado (que não existe mais) é da cidade de Arco Verde (PE), localizada na área do semiárido, no Planalto da Borborema. A própria localização da cidade já permite discutir a influência do meio no teor das letras do grupo.
É interessante destacar que o verso "Bombo trovejou a chuva choveu" é significativo na música, pois antes dele é cantada somente a seca e, depois dele, são mostradas as consequências da chuva.
Provavelmente, a sonoridade do grupo foge do que a maioria dos alunos está habituada a ouvir, por isso, é bom que o professor 'prepare' os ouvidos dos alunos para que o estranhamento não prejudique a audição da música.
O professor também pode preferir trabalhar com o vídeo da música, já que as apresentações do grupo eram bastante teatrais e verdadeiramente hipnóticas.

Boa aula!


Letra da música Chover (ou Invocação para um Dia Líquido), letra de Lirinha e Clayton Barros, interpretada pelo grupo Cordel do Fogo Encnatado.



O sabiá no sertão
Quando canta me comove,
Passa três meses cantando
E sem cantar passa nove
Porque tem a obrigação
De só cantar quando chove

Chover chover
Valei-me Ciço o que posso fazer
Chover chover
Um terço pesado pra chuva descer
Chover chover
Até Maria deixou de moer
Chover chover
Banzo Batista, bagaço e banguê

Chover chover
Cego Aderaldo peleja pra ver
Chover chover
Já que meu olho cansou de chover
Chover chover
Até Maria deixou de moer
Chover chover
Banzo Batista, bagaço e banguê

Meu povo não vá simbora
Pela Itapemirim
Pois mesmo perto do fim
Nosso sertão tem melhora
O céu tá calado agora
Mais vai dar cada trovão
De escapulir torrão
De paredão de tapera

Bombo trovejou a chuva choveu

Choveu choveu
Lula Calixto virando Mateus
Choveu choveu
O bucho cheio de tudo que deu
Choveu choveu
suor e canseira depois que comeu
Choveu choveu
Zabumba zunindo no colo de Deus
Choveu choveu
Inácio e Romano meu verso e o teu
Choveu choveu
Água dos olhos que a seca bebeu

Quando chove no sertão
O sol deita e a água rola
O sapo vomita espuma
Onde um boi pisa se atola
E a fartura esconde o saco
Que a fome pedia esmola

Seu boiadeiro por aqui choveu
Seu boiadeiro por aqui choveu
Choveu que amarrotou
Foi tanta água que meu boi nadou


0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Atividade - Filme - Terra de Ninguém

01:19 Junior Lopes 1 Comentários

Filme Terra de Ninguém
Ficção coloca sérvio e bósnio na mesma trincheira durante a Guerra da Bósnia

Terra de Ninguém

Filme e atividades

O filme "Terra de Ninguém" retrata os absurdos da Guerra da Bósnia, na década de 1990, de uma maneira ácida e bem humorada. A partir do filme é possível realizarmos uma análise do período de fragmentação da Iugoslávia, já visto em nossas aulas; refletir sobre o conflito; repensar a limpeza étnica realizada naquele momento.

Infelizmente, ao contrário dos outros filmes que realizamos atividades, este não tem uma versão legendada ou dublada disponível no Youtube, mesmo assim, seguem abaixo o link para o trailer e para o filme.

O filme mostra Chiki e Nino, dois soldados que lutam por lados opostos em meio a Guerra da Bósnia. Em meio ao combate, eles se vêem ilhados em plena fronteira de guerra. Sem ninguém em quem confiar, sem poder deixar o local sem levar um tiro e ainda com um soldado “ameaçando” explodir o local caso se mova, os dois são obrigados a negociar por suas próprias vidas para poderem sobreviver.


Para compreendermos melhor o filme antes de realizarmos os trabalhos, é bom entendermos alguns termos:
  • Khmer Vermelho
    • Grupo guerrilheiro socialista radical que atuava nos anos 60 e 70 no Camboja (país africano antes denominado República Khmer).
  • Ruanda
    • País africano marcado pelo conflito entre dois grupos étnicos (hutus e tutsis), resultante do processo de colonização belga.
  • UNPROFOR
    • (Força de Proteção das Nações Unidas): Estabeleceu-se inicialmente na Croácia para garantir a desmilitarização das partes envolvidas. Mais tarde seu poder ampliou-se à Bósnia-Herzegovina e à ex-Iugoslávia.
  • QG
    • (Quartel General) Posto de comando de um oficial.
  • Sarajevo
    • Capital da Bósnia-Herzegovina (país europeu que, com o desmembramento da Iugoslávia, a partir de 1991, foi sitiada pela Sérvia, servindo de palco a dramáticos massacres de civis).
  • UN
    • (United Nations) Sigla em inglês para ONU (Organização das Nações Unidas).
  • Banja Luka
    • Cidade da Bósnia-Herzegovina.
  • Genebra
    • Cidade suíça, um dos mais importantes centros financeiros do mundo.
  • Smurfs
    • Personagens azuis de desenhos infantis. No filme era como os soldados em guerra se referiam aos soldados da ONU.
  • Bósnia-Herzegovina
    • Uma das ex-repúblicas da Iugoslávia que se tornaram independentes, ao lado de Croácia, Eslovênia e Macedônia. É um país marcado pela tensão entre os grupos étnicos que compõem a sua população, passou por uma sangrenta guerra civil de quatro anos. Enquanto durou a união Iugoslava, a Bósnia foi um exemplo de tolerância étnica e de miscigenação. Porém, quando o conflito étnico se instalou, mostrou a sua face mais cruel e sangrenta.
  • Croácia
    • País europeu, resultante da desagregação da Iugoslávia, limitado a norte pela Eslovênia e Hungria, a nordeste pela Sérvia a leste pela Bósnia-Herzegovina, e a sul por Montenegro. Capital: Zagreb.
  • “Deus ex machina”
    • Expressão latina que significa "o deus que vem da máquina".
  • Radovan Karadzic
    • Sérvio, líder político da Bósnia durante a guerra étnica de 1992-1995, Karadzik foi absolvido, no mês de junho/2012, da acusação de genocídio, no entanto, continua sendo acusado por outros crimes.
  • Limpeza étnica
    • A população sérvia começa a desocupar de forma violenta os territórios da ex-Iugoslávia ocupados por outras etnias.
  • Eslovênia
    • País europeu que, em 1945, tornou-se uma das Repúblicas Federadas da Iugoslávia. Em 1991, a independência da Eslovênia foi reconhecida pela comunidade internacional.
  • François Mitterrand
    • Político socialista francês falecido em 1996.

Ficha técnica do filme:
  • Título Original: No Man's Land
  • Gênero: Drama
  • Tempo de Duração: 88 minutos
  • Ano de Lançamento (Bélgica): 2001
  • Estúdio: Counihan Villiers Productions / Fabrica / Man's Films / Noé Productions / Studio Maj/Casablanca
  • Distribuição: Metro-Goldwyn-Mayer Distributing Corporation / Lumière
  • Direção: Danis Tanovic
  • Roteiro: Danis Tanovic
  • Produção: Marc Baschet, Frédérique Dumas, Marion Hänsel e Cédomir Kolar
  • Música: Emanuela Di Giunta
  • Fotografia: Walther van den Ende
  • Desenho de Produção: Dusko Milavec
  • Figurino: Zvonka Makuc

Elenco:
  • Branko Djuric (Chiki)
  • Rene Bitorajac (Nino)
  • Filip Sovagovic (Cera)
  • Simon Callow (Soft)
  • Katrin Cartlidge (Jane)

Premiações:
Ganhou o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro.
Ganhou o prêmio de Melhor Roteiro, no Festival de Cannes.
Ganhou o Prêmio do Público na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.
Ganhou o Prêmio do Público no Festival Internacional de San Sebástian.
Recebeu 2 indicações no European Film Awards, nas seguintes categorias: Melhor Ator (Branko Djuric) e Melhor Roteiro.


Veja abaixo o trailer e o filme. Lembre-se que ambos estão sem legenda e não são dublados. Na sequência da postagem, confira quais são as atividades de História e Geografia.

Trailer

Filme


Atividade
  • Esta atividade será avaliada nas disciplinas de História e Geografia e terá valor 2,0.
  • Os links citados ao final desta postagem (Fontes) podem ajudar a realizar as pesquisas, lembrem-se que o acervo da biblioteca também pode ser utilizado.
  • Os trabalhos podem ser realizados individualmente ou em duplas.
  • Clique neste link para baixar as questões. Se não puderem imprimir o trabalho, será necessário copiar as questões em uma folha de almaço.
  • Para este trabalho é necessário seguir as indicações que foram passadas no início do ano. Se quiser utilizarem um modelo pronto de capa, clique aqui.
  • Se preferir, vocês também podem utilizar o formulário abaixo (ou clicar aqui para abrir em outra janela) para responder o trabalho, no entanto, essa opção é de sua total responsabilidade e a data limite para preenchimento do formulário é 18/10/2012.
  • Data de entrega do trabalho: 22/10/2012.
  • Lembrem-se trabalhos iguais não terão nota, bem como as cópias de sites, livros, revistas...
  • Se tiverem alguma dúvida, podem comentar esta postagem que responderei assim que for possível.



Bom fim de semana e bom feriado prolongado \o/ a todos. Vejo vocês na terça-feira.

Abraço!
-----
Fontes:
Animação - Mapa sobre a desintegração da Iugoslávia
http://educacao.uol.com.br/historia/balcas-conflito-entre-etnias.jhtm
http://educacao.uol.com.br/atualidades/guerra-da-bosnia.jhtm
http://educacao.uol.com.br/historia/balcas-nasce-a-iugoslavia.jhtm
http://educacao.uol.com.br/historia/balcas-segunda-guerra-mundial.jhtm
http://educacao.uol.com.br/historia/balcas-periodo-pos-tito.jhtm
http://educacao.uol.com.br/historia/balcas-conflito-entre-etnias.jhtm
http://educacao.uol.com.br/historia/balcas.jhtm


Trabalho de História
Trabalho de Geografia

1 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Dúvidas sobre as eleições

20:15 Junior Lopes 0 Comentários

Eleições 2012 - Dúvidas
Dúvidas sobre as eleições

O dia seguinte às eleições foi marcado por dúvidas dos alunos

Como os vereadores são eleitos? Por que algumas cidades têm 2º turno e outras não?


Alguns alunos já haviam me perguntado se os vereadores poderiam realmente cumprir tudo o que prometiam, por essa razão postei "Afinal, qual a função do vereador?" no domingo das Eleições 2012. No entanto, ao encontrar os primeiros alunos na segunda-feira, duas dúvidas ainda atormentavam aqueles que demonstravam interesse pela política municipal. Para esclarecê-las, recorri ao site do TSE, de onde retirei todas as informações para esta postagem.

A primeira delas, era sobre o fato de alguns candidatos que foram eleitos terem menos votos que outros que não foram eleitos.
Para entendermos esta questão, é importante sabermos que os votos dos candidatos a prefeitos e os candidatos a vereadores são contabilizados de forma diferente. Isso porque os cargos de prefeitos, governadores e presidente da República são majoritários, enquanto os cargos de vereadores, deputados estaduais e federais são proporcionais.

Antes de continuarmos, é bom saber que tanto os cargos majoritários quanto os proporcionais são decididos somente pelos votos válidos, ou seja, em hipótese alguma são computados os votos brancos e nulos.

Para os cargos majoritários os candidatos precisam 'simplesmente' da maioria dos votos válidos. Mas ainda existe um porém (e é justamente a segunda dúvida dos alunos): nas cidades com mais de duzentos mil habitantes, não basta o candidato ter a maioria dos votos válidos, ele precisa da maioria absoluta, ou seja, ter mais de 50% dos votos válidos. Se nenhum candidato atingir essa maioria absoluta, os dois candidatos mais votados disputarão novas eleições. Segundo o site do TSE, para essas eleições, oitenta e três municípios no país todo tinham a possibilidade de segundo turno e, segundo o site da revista Exame, cinquenta são os municípios que enfrentarão novas eleições municipais.

Mas, voltando às eleições para vereadores, que são cargos proporcionais, é necessário que se leve em consideração dois cálculos: quociente eleitoral e quociente partidário.
  • Quociente eleitoral:
    • É o resultado da divisão do número de votos válidos pelo número de lugares a serem preenchidos na Câmara. Para participar da distribuição dos lugares na Câmara, o partido ou coligação precisa atingir esse quociente.
  • Quociente partidário: 
    • É o resultado da divisão do número de votos que cada partido ou coligação obteve pelo quociente eleitoral. Este cálculo determinará quantos candidatos cada partido ou coligação terá na Câmara. Sendo assim, quanto mais votos as legendas conseguirem, maior será o número de cargos que terão direito. Como os cargos devem ser preenchidos pelos candidatos mais votados de cada legenda até que se atinja o quociente partidário, pode acontecer de candidatos com votação inexpressiva serem eleitos, enquanto outros, mais votados, não consigam o cargo. Para entender melhor, analise os cálculos de exemplo no site do TRE/SP.
É justamente devido a esses cálculos, que os partidos buscam cada vez mais coligações e candidatos, mesmo que inexpressivos, pois ajudam a trazer mais votos e aumentar os quocientes eleitoral e partidário.



Leia também "Afinal, qual a função do vereador?"

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Afinal, qual a função do vereador?

23:53 Junior Lopes 0 Comentários

Eleições 2012
Você votou! E agora?

Saiba quais as funções do vereador

Apesar das promessas, atuação do vereador é limitada


Em época de eleições municipais é muito comum encontrarmos candidatos com promessas um tanto exageradas. Ao analisarmos as propostas de alguns candidatos é fácil nos depararmos com projetos que só podem ser aprovados no âmbito estadual ou, às vezes, federal. Afinal de contas, prometer é fácil, difícil mesmo é cumprir.

Mas então, qual é a função de um vereador?
Segundo o site do Governo Federal, os vereadores "são responsáveis pela elaboração,sanção ou veto (quando parte do prefeito) das leis municipais, pela fiscalização do Executivo, pela aprovação do orçamento local e servem de intermediários na relação entre população e prefeito".
Em outras palavras, os vereadores aprovam leis que regulamentam a vida da cidade, com serviços locais, mas atuam também como agentes fiscais do uso do dinheiro público, ao serem atuantes na aprovação do orçamento anual. Além disso, ficam de olho também na atuação dos prefeitos, que podem ser convidados a participarem das sessões das Câmaras Municipais para prestarem esclarecimentos aos parlamentares.
É claro que a atuação do vereador não se resume somente a isso, no entanto a atuação dele é bem limitada, pois um vereador sozinho não pode, por exemplo, aprovar um projeto de lei, mas pode ajudar a encaminhar a vida do município de uma forma mais adequada.

Sabemos que o vereador é um representante do povo e, por isso mesmo, devemos sempre ficar atentos ao trabalho desses parlamentares. Geralmente o eleitor vai até as urnas, escolhe seu candidato e acha que já fez seu trabalho (você se lembra em qual candidato a vereador votou nas Eleições Municipais de 2008?). Na verdade, o trabalho está só começando, pois o papel de fiscalizar os vereadores é da população em geral, que pode e deve ajudar para que a política no nosso país seja cada vez mais limpa.
Lembre-se que é dever (e não favor) das prefeituras convocar a população para audiências públicas sobre a discussão do orçamento e prestar contas à população sobre como gasta o dinheiro público.


Leia também "Dúvidas sobre as eleições".


Saiba mais:


-----
Fontes:
brasil.gov.br

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!

Viagem do Conhecimento 2012

23:08 Junior Lopes 0 Comentários

Viagem do Conhecimento National Geographic 2012

Viagem do Conhecimento - National Geographic - Edição 2012

Vai começar a maior Olimpíada de Geografia do Brasil


Olá pessoal, começaram as inscrições para a quinta edição da 'Viagem do Conhecimento', a Olimpíada de Geografia da National Geographic. Podem participar alunos de 8º e 9º anos do Ensino Fundamental e do 1º ano do Ensino Médio.
Para quem ainda não conhece a Olimpíada, ela será realizada em três fases: local (13/11/2012), com vinte e cinco questões de múltipla escolha; regional (02/03/2013), com vinte e cinco questões de múltipla escolha e uma questão dissertativa; final (26-28/04/2013), com vinte questões de múltipla escolha e uma questão dissertativa após trabalho de campo.
Segundo o regulamento da 'Viagem do Conhecimento', os objetivos da olimpíada são:


  • Estimular jovens estudantes, com seus núcleos familiares e escolares, a conhecer melhor o espaço, o país e o mundo onde vivem;
  • Disseminar a cultura de viagem como experiência para ampliar o conhecimento do Brasil e do mundo;
  • Contribuir para a melhoria da qualidade de ensino da disciplina de Geografia e áreas afins;
  • Propiciar o enriquecimento do trabalho de professores em escolas públicas e particulares, contribuindo para sua valorização profissional;
  • Incentivar estudantes e educadores a avaliarem as relações sociedade-natureza sob uma perspectiva crítica, ética, solidária e sustentável.

É isso! Para maiores informações, acessem o site da olimpíada clicando aqui.

Atenção:
Os alunos do Ensino Fundamental do CCS-Sertanópolis que quiserem participar da Viagem do Conhecimento/2012 devem procurar o professor Júnior até o dia 26/10/2012. Já os alunos do Ensino Médio devem procurar o professor Anderson também até o dia 26.
Espero a participação de todos!

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário, ele estará visível assim que for aprovado.

Comentários anônimos podem ser publicados, porém não serão respondidos. Então, se quiser uma resposta, identifique-se. Ok?

Mais uma coisa, dependendo da correria do dia a dia, pode ser que eu demore um pouquinho para responder, mas pode ficar tranquilo que, cedo ou tarde, responderei.

Um abraço do professor Júnior!